22 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
campanha

Campanha de Ministério Publico Estadual vai promover o acolhimento de mulheres que sofrem violência

"Estamos aqui para apoiar você" é a frase-chave da campanha

26 novembro 2020 - 10h30Da Assessoria de Comunicação
A campanha é feita em parceria com o Consórcio Guaicurus
A campanha é feita em parceria com o Consórcio Guaicurus - (Foto: Divulgação)
MÊS DA ECONOMIA COMPER

O Ministério Público Estadual promoveu o lançamento da campanha intitulada "16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres", iniciativa que será concentrada nas regiões que apresentam os maiores índices de ataques em parceria com o Consórcio Guaicurus, Sest/Senat e Prefeitura de Campo Grande.

A solenidade de lançamento contou com a participação do procurador-geral do MPEMS Alexandre Magno Benites de Lacerda, da coordenadora e sub-coordenadora do Núcleo de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (NEVID), respectivamente, Ana Cristina Carneiro Dias e Elen Neves Dutra da Silva, e do presidente do Consórcio Guaicurus, empresário João Rezende Filho.

"Estamos aqui para apoiar você" é a frase-chave da campanha, realizada por meio do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Constitucionais do Cidadão, Direitos Humanos e Pessoas com Deficiênciae do Núcleo de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (NEVID), em alusão aos "16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres".

A campanha será concentrada principalmente em regiões que apresentam o maior índice de violência

Organizada pela ONU Mulheres, os "16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres" é uma mobilização da sociedade civil e do poder público, engajados no enfrentamento a esta questão.

A campanha será concentrada principalmente em regiões que, segundo os registros da 72ª Promotoria de Justiça, que atua na Casa da Mulher Brasileira, apresentam o maior índice de violência contra as mulheres, entre eles: Aero Rancho, Moreninhas, Tiradentes, Noroeste, Nova Lima, Nova Campo Grande, Regiões do Anhanduzinho e Imbirussu.

A campanha, criada pela Assessoria de Comunicação do MPMS, contou com a colaboração de parceiros e fornecedores para a produção de cartazes, panfletos, "backbus", "busdoors", comerciais para rádio e televisão e posts nas redes sociais que estimulam as vítimas de relacionamentos abusivos a reconhecerem que foram agredidas e buscarem ajuda.

"Estamos orgulhosos por estarmos juntamente com o Sest/Senat participando desta iniciativa, que mesmo lançada em um momento bastante delicado por conta da pandemia e das dificuldades financeiras, mostra que com criatividade podemos superar os percalços que muitas vezes nos impedem de avançar. De parabéns o Ministério Público Estadual pela campanha", disse João Rezende Filho.

Por sua vez, Alexandre Magno agradeceu pela participação do Consórcio Guaicurus, Sest/Senat e prefeitura e disse que "apenas uma única vida que conseguirmos salvar com essa iniciativa já nos deixam a certeza de que tudo valeu a pena. De parabéns todos os envolvidos nesta campanha".

Serviços

A mulher que sofreu violência doméstica pode buscar ajuda e orientação na 72ª Promotoria de Justiça que funciona nas dependências da Casa da Mulher Brasileira, por meio do telefone (67) 3318-3970. As linhas de ônibus que passam em frente à Casa da Mulher são: 409, 413, 414, 415 e 421.

Banner Whatsapp Desktop