03 de dezembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju natal
AGEPEN

Agentes penitenciários são capacitados em combate a incêndio e primeiros socorros

12 maio 2017 - 15h45
Fort Atacadista Natal

Campo Grande (MS) – Agentes penitenciários que atuam em presídios da Capital participaram nesta semana do “Treinamento de primeiros socorros, combate a incêndio e evacuação de emergência”, realizado pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por meio da Escola Penitenciária (Espen), em parceria Corpo de Bombeiros Militar.

De acordo com o diretor presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, o tema abordado no curso é necessário aos servidores penitenciários, que podem se deparar com situações adversas nas unidades prisionais. “É importante que nossos agentes estejam preparados para tomar as primeiras providências necessárias e evite maiores consequências”, declarou.

Com carga horária de 16 h/a, o treinamento foi ministrado pelo subtenente dos Bombeiros, Marcelo Sampaio Ocampos, que é pós-graduado em emergências intra e extra hospitalar, tendo atuado como instrutor em vários cursos. As aulas teóricas e práticas foram realizadas na Espen e no Presídio de Trânsito (Ptran). No total, 13 servidores foram capacitados.

“Com o conhecimento que adquirimos neste curso poderemos salvar vidas, tanto de colegas de trabalho, como de internas e até mesmo em situações na nossa casa”, destacou a agente penitenciária Bárbara Bortololetto Silva Lário, que atua no Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi”. “Eu não tinha noção de como utilizar o extintor ou no caso de uma pessoa engasgar, por exemplo, são questões básicas que podem fazer total diferença”, enfatizou.

Para o agente André Luís do Nascimento Vargas, lotado no Estabelecimento Penal “Jair Ferreira de Carvalho” (Segurança Máxima da Capital), foram passadas informações preciosas durante o curso. “Pudemos aprender na prática de que forma e em qual situação utilizar cada tipo de extintor, fazer massagem cardíaca, remover uma pessoa ferida, entre outros vários conhecimentos importantíssimos para o nosso dia a dia, não apenas no serviço, como na nossa casa também”, comentou. “Até imobilização de braço fraturado podemos fazer de forma correta com um pedaço de papelão”.

Segundo o diretor da Escola Penitenciária, Vilson Guedes, a capacitação integra as ações da Espen para o aperfeiçoamento profissional dos agentes penitenciários, bem como para a evolução na carreira funcional.  Segundo Guedes, novos cursos em outras áreas estão sendo preparados, em acordo com as necessidades apresentadas no cotidiano de trabalho nos presídios. “Nosso foco é oferecer conhecimentos que contribuam efetivamente para a excelência no desempenho profissional”, afirmou.

Keila Oliveira –  Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen)

Foto: Divulgação

Banner Whatsapp Desktop
Natal Comper

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Comper sem sair de casa
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia
PREF DE MJU