26 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
ESPORTE

Em clássico com 10 mil torcedores, Flamengo e Botafogo empatam sem gols

4 junho 2017 - 12h11

Flamengo e Botafogo empataram sem gols, na manhã deste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, na cidade de Volta Redonda (RJ), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Diante de apenas 10 mil torcedores, os dois times cariocas deixaram a desejar no aspecto técnico ao longo da partida, que teve ligeira superioridade da equipe rubro-negra.

Na tabela, o Botafogo está na frente, com sete pontos, um a mais que o Flamengo, com seis. A partida contou com baixo público por causa das limitações do Raulino de Oliveira. Poderia, contudo, comportar mais torcedores caso tivesse sido realizado no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, ou no Maracanã.

O primeiro tempo em Volta Redonda foi de poucas emoções, mas muita marcação e lances ríspidos. Em meio a encontrões e divididas duras, quem levou a pior foi o Botafogo, que perdeu o lateral-esquerdo Victor Luis e o volante Airton, ambos por lesão. Os dois preocupam o técnico Jair Ventura e podem ficar fora de combate nas próximas partidas.

As melhores chances de gol antes do intervalo foram em chutes de longa distância, mas os goleiros Alex Muralha e Gatito Fernández mostraram segurança nas poucas vezes em que foram exigidos.

O Flamengo voltou igual para o segundo tempo, mas nas arquibancadas se ouvia os gritos da torcida por Diego. Aos 10 minutos, Zé Ricardo atendeu o apelo da torcida e chamou o meia afastado do time há 53 dias, devido a uma lesão sofrida contra o Atlético-PR pela Copa Libertadores. Ele entrou aos 14 minutos no lugar de Cuellar.

A altura, o Flamengo já era mais perigoso e tinha perdido uma grande chance com Guerrero. Ele ganhou na corrida de Igor Rabello, entrou na área e, mesmo desequilibrado, bateu em cima de Gatito, que saiu fechando o ângulo. A bola ainda bateu em Rabello e saiu por cima do travessão.

A postura ofensiva flamenguista permitiu chances para os contra-ataques botafoguenses. Aos 17, após cruzamento de Arnaldo, a bola sobrou para Roger pela esquerda. Sozinho, ele ajeitou a bola e bateu para fora.

Mas o volume maior era do Flamengo, que voltou a perder chance nos pés de Everton. Ele recebeu passe de Trauco nas costas da defesa, chutou cruzado para fora aos 23. A pressão era evidente, incentivada pela torcida rubro-negra, em maioria no estádio.

Joel reforçou o ataque no lugar de Rodrigo Pimpão. No ataque, a pressão era do Flamengo. Aos 38 minutos, na frente da área, Vinícius Junior bateu colocado e a bola explodiu no travessão. Leandro Damião, tardiamente, entrou no lugar de Willian Arão, mas nem pegou na bola. Não deu tempo.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Às 21 horas, o Botafogo visitará o Santos no Pacaembu, em São Paulo. Às 21h45, o Flamengo vai enfrentar o Sport na Ilha do Retiro, em Recife.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 0 X 0 BOTAFOGO

FLAMENGO - Alex Muralha; Pará, Réver, Juan e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão (Leandro Damião) e Cuéllar (Diego); Ederson (Vinícius Junior), Everton e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luis (Gilson); Airton (Dudu Cearense), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Joel) e Roger. Técnico: Jair Ventura.

CARTÕES AMARELOS - Cuéllar e Juan (Flamengo); Bruno Silva e Joel Carli (Botafogo)

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

RENDA - R$ 425.635,00.

PÚBLICO - 8.877 pagantes (10.577 no total).

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
pmcg ms
TJ MS