23 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
ESPORTE

Cruzeiro empata em Chapecó e é o único 'intruso' nas quartas da Copa do Brasil

1 junho 2017 - 22h47
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

O Cruzeiro empatou sem gols com a Chapecoense sem gols, nesta quinta-feira, na Arena Condá, em Chapecó (SC) - havia vencido na ida por 1 a 0, em Belo Horizonte -, e conquistou a oitava e última vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O clube mineiro se tornou um "intruso" nesta fase da competição nacional por ser o único dos oito classificados que não disputa ou disputou a Copa Libertadores.

Além do Cruzeiro passaram Palmeiras, Santos, Flamengo, Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Botafogo e Grêmio. Destes, apenas o clube rubro-negro carioca não conseguiu a classificação às oitavas de final e terá como consolo um lugar na segunda fase da Copa Sul-Americana. Mesma situação da Chapecoense, que ficou em terceiro lugar de seu grupo na Libertadores.

O sorteio dos confrontos das quartas de final da Copa do Brasil será nesta segunda-feira, na sede da CBF, no Rio. Antes, neste domingo, às 19 horas, por uma coincidência de tabela, Cruzeiro e Chapecoense se enfrentarão novamente, desta vez pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Os dois clubes, junto com o Corinthians, estão com sete pontos; os catarinenses lideram por ter mais saldo de gols que os rivais (3 a 2).

Em campo, como era esperado, a Chapecoense teve mais iniciativa e pressionou o Cruzeiro com uma marcação alta. No primeiro tempo, o time catarinense martelou bastante pelas laterais com Apodi (na direita) e Reinaldo (na esquerda) e criou boas chances de gols. Na melhor delas, Arthur chutou da entrada da área e o goleiro Fábio espalmou para escanteio.

Na segunda etapa, a Chapecoense teve de ir mais para o ataque e começou a dar espaços para o Cruzeiro. O time mineiro, no entanto, abusou dos erros no passe final ou na hora da finalização e isso quase custou caro. A equipe catarinense chegou a mandar uma bola no travessão, com Reinaldo, e exigiu defesas de Fábio, mas não conseguiu o gol que levaria a decisão da vaga para a disputa por pênaltis.

Após o apito final do árbitro Péricles Bassols Pegado Cortez, confusão no gramado e na entrada dos vestiários da Arena Condá. No campo, os jogadores da Chapecoense reclamaram muito com a arbitragem de lances duvidosos. Fora dele, princípio de briga entre atletas dos dois times na área entre o campo e os vestiários.

Para complicar ainda mais a situação da Chapecoense, o quarto árbitro Evandro Tiago Bender foi atingido por um objeto arremessado pela torcida na saída do gramado e entrou no vestiário da Arena Condá com o rosto sangrando.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 0 x 0 CRUZEIRO

CHAPECOENSE - Jandrei; Apodi, Victor Ramos, Luiz Otávio e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antônio (Niltinho) e Nadson (Nenem); Rossi, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur. Técnico: Vagner Mancini.

CRUZEIRO - Fábio; Lucas Romero (Rafinha), Léo, Caicedo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson e Ariel Cabral; Thiago Neves (Lucas Silva), Alisson e Ramón Ábila (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

CARTÕES AMARELOS - Reinaldo, Nenem e Rossi (Chapecoense); Fábio, Diogo Barbosa, Ariel Cabral, Lucas Romero e Henrique (Cruzeiro).

ÁRBITRO - Péricles Bassols Pegado Cortez (PE).

RENDA - R$ 132.410,00.

PÚBLICO - 6.387 pagantes.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
pmcg ms
TJ MS