16 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Economia

Indústrias frigoríficas apresentam expansão de 33% entre 1996 e 2006

Grupo Bertin prevê o aporte de R$ 320 milhões, enquanto o Doux Frangosul projeta um investimento de
Grupo Bertin prevê o aporte de R$ 320 milhões, enquanto o Doux Frangosul projeta um investimento de - Divulgação

O número de empresas existentes na indústria frigorífica de MS apresentou expansão de 33% entre 1996 e 2006, saltando de 61 para 91, conforme levantamento do Radar Industrial, produzido pela Diretoria de Gestão Estratégica da Fiems - Federação das Indústrias de MS - com base nos dados da RAIS, do Ministério do Trabalho e Emprego.

Além disso, do total de 91 empreendimentos industriais em atividade no setor, 37 apresentam registro no SIF (Serviço de Inspeção Federal), indicando que 41% dos estabelecimentos frigoríficos do Estado têm habilitação para exportar seus produtos. A expansão observada, segundo o Radar Industrial, permitiu também uma mudança qualitativa dos empreendimentos industriais existentes no setor. Em 1996, do total de 61 indústrias frigoríficas instaladas, apenas duas poderiam ser classificadas como grandes, segundo o critério do número de empregados, ou seja, mais de mil funcionários, destacando que os dois empreendimentos tidos como grandes naquele ano eram responsáveis somente pelo abate de aves e pequenos animais.

Comparativamente ao padrão estabelecido anteriormente, a mudança ocorrida teve reflexos também sobre o número de empregos no setor. Quanto aos investimentos a partir deste ano no complexo carnes, o Grupo Bertin prevê o aporte de R$ 320 milhões, enquanto o Doux Frangosul projeta um investimento de R$ 238 milhões, sendo que bem abaixo aparecem os frigoríficos Margem, com R$ 39,9 milhões, Bom Mart, com R$ 36, Aurora, com R$ 28 milhões, e Marfrig, com R$ 17,8 milhões.

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você está de acordo com a realização do Enem mesmo com a pandemia?”

Votar
Resultados
Comper sem sair de casa