05 de dezembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju natal
ECONOMIA

Ibovespa volta a cair com força por aversão ao risco e desconforto interno

Com isso, indicadores econômicos e balanços corporativos considerados positivos são ofuscados nesta manhã

29 outubro 2020 - 09h57
Corretores trabalham no dia que a Ibovespa acionou o circuito breaker
Corretores trabalham no dia que a Ibovespa acionou o circuito breaker - (Foto: Daniel Teixeira/Estadão)
Fort Atacadista Natal

Depois de ter caído 4,25% na sessão de quarta-feira, o Índice Bovespa encontra espaço para novas perdas nesta primeira hora de negociação na quinta-feira, 29, influenciado pela aversão ao risco no exterior e pelo desconforto com questões domésticas. O temor dos efeitos de uma nova onda de covid-19 pela Europa e Estados Unidos fortalece o dólar e faz os preços do petróleo despencarem quase 6% no exterior. Com isso, indicadores econômicos e balanços corporativos considerados positivos são ofuscados nesta manhã.

No exterior, analistas e investidores buscam refazer cálculos sobre os efeitos econômicos das novas medidas de restrição social definidas ontem por Alemanha e França, além de outros países na Europa, onde há forte aumento do número de casos de covid-19. Por isso, afirmam analistas, indicadores divulgados hoje têm repercussão positiva, mas cautelosa.

O PIB dos Estados Unidos ficou acima do esperado no terceiro trimestre e o número de pedidos de auxílio-desemprego caiu mais que o esperado. As bolsas de Nova York abriram em alta leve, apoiadas nos números melhores, mas mostram pouco fôlego.

No Brasil, os novos desentendimentos envolvendo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e integrantes do governo Bolsonaro voltam a trazer preocupações ao mercado, que vê a deterioração do quadro fiscal, mas não encontra expectativas positivas no que diz respeito ao avanço de reformas estruturais. Desta vez, Maia chegou a acusar o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, de ter divulgado uma conversa privada entre eles.

Já o ministro da Fazenda, Paulo Guedes, afirmou há pouco que Maia sempre apoiou o governo e que, apesar de diferenças de opinião, ele e o presidente da Câmara têm "total entendimento". O ministro afirmou ainda que a democracia do Brasil é vibrante, funciona e que o País está fazendo reformas estruturais.

Às 10h44, o Ibovespa tinha queda de 1,99%, aos 93.469,15 pontos. Em Nova York, o índice Dow Jones já virava para o negativo e cedia 0,69%, enquanto o S&P500 recuava 0,15% e o Nasdaq subia 0,32%.

Banner Whatsapp Desktop
Natal Comper

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia a volta de algumas medidas restritivas como o toque de recolher na capital?

Votar
Resultados
Comper sem sair de casa
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia
PREF DE MJU