25 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
alta

Bolsas da Europa fecham em alta com dados, vacina contra covid e eleições nos EUA

O índice pan-europeu Stoxx 600, que reúne as principais ações da região, encerrou o pregão com ganho de 1,36%, a 40,641 pontos

6 janeiro 2021 - 13h39
Bolsas da Europa fecham em alta com dados, vacina contra covid e eleições nos EUA
Bolsas da Europa fecham em alta com dados, vacina contra covid e eleições nos EUA - ( Foto: Estadão )

As bolsas da Europa fecharam em alta nesta quarta-feira, 6, embaladas por indicadores econômicos positivos e avanços no processo de vacinação contra o coronavírus no continente. Investidores repercutiram também o bom desempenho dos democratas nas eleições às duas vagas da Geórgia no Senado do Estado Unidos, que deixou o partido próximo de conquistar a maioria na Casa.

O índice pan-europeu Stoxx 600, que reúne as principais ações da região, encerrou o pregão com ganho de 1,36%, a 40,641 pontos. O subíndice de energia saltou 3,80%, impulsionado pelos papéis de petroleiras, após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) manter postura cautelosa em relação à oferta da commodity.

Em Londres, as ações de Royal Dutch Shell e BP se valorizaram 5,89% e 6,35%, respectivamente. As duas empresas ajudaram o índice FTSE 100 a encerrar a sessão em alta de 3,47%, a 6.841,86 pontos.

Uma série de dados econômicos contribuiu para a injetar ânimo nos negócios europeus. Na Alemanha, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto subiu de 51,7 em novembro para 52 em dezembro de 2020, segundo pesquisa da IHS Markit.

O mesmo indicador saltou de 49 para 50,4 no Reino Unido e de 45,3 a 49,1 na zona do euro, ambos na mesma comparação. Nesse último, o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu 0,4% em novembro ante outubro, segundo a Eurostat.

Outra notícia que favoreceu o humor nas mesas de operações foi o a autorização na União Europeia do uso emergência da vacina contra o coronavírus desenvolvida pela farmacêutica Moderna.

Com isso, o CAC 40, de Paris, ganhou 1,19%, a 5.630,60 pontos, e o DAX, de Frankfurt, cresceu 1,76%, a 13.891,97 pontos.

Em Milão, o FTSE MIB 2,40%, a 22.734,32 pontos.

Nos Estados Unidos, as atenções se voltaram ao pleito na Geórgia. Por volta das 4h30, boa parte da imprensa americana projetou que o democrata Raphael Warnock derrotou a senadora republicana Kelly Loeffler.

Na outra disputa, o democrata Jon Ossoff aparecia com 50,2% dos votos, ante 49,8% do oponente, David Perdue. Se esse resultado se confirmar, os dois partidos terão 50 senadores cada e, com o voto de Minerva da futura vice-presidente, Kamala Harris, os democratas controlam a Casa.

De olho nisso, o Ibex 35, de Madri, ganhou 3,20%, a 8.350,30 pontos, enquanto o PSI 20, de Lisboa, se valorizou 3,19%, a 5.168,32 pontos.

Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE
TJ MS