18 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
POLÍTICA

Maksoud vota a favor da compra de vacinas contra o Covid-19

O vereador William Maksoud votou a favor e comentou o projeto

13 janeiro 2021 - 18h00Da Assessoria de Comunicação
O vereador William Maksoud
O vereador William Maksoud - (Foto: Divulgação)

Em sessão extraordinária, ocorrida nesta quarta-feira (13), na Câmara Municipal de Campo Grande, os vereadores votaram e aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei 9.921/21, de autoria do Executivo, que autoriza a compra de vacinas contra o COVID-19, devidamente aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), com objetivo de garantir a cobertura total de toda a população do município. 

Conforme a proposta, a aquisição é para uma vacina com eficácia comprovada contra o novo coronavírus (COVID-19), aprovada pela ANVISA e não fornecida pelo Programa Nacional de Imunizações. 

O vereador William Maksoud votou a favor e comentou o projeto. “Estamos na expectativa por uma vacina que seja realmente eficiente para que todos possamos voltar a vida normal. Vivemos um ano muito difícil, com muitas perdas e tenho a esperança de que logo estaremos numa fase melhor. Parabenizo o trabalho da prefeitura e ressalto a importância da harmonia entre o Executivo e Legislativo para o bem de nossa cidade”, defendeu o parlamentar. 

De acordo com a justificativa da prefeitura, a proposição se justifica “em razão da politização federal que se criou entorno da vacina, visando garantir que os munícipes de Campo Grande tenham a imunização contra a Covid-19, viabilizando para tanto o recebimento das doses de vacinas, aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) até que o Plano Nacional de Imunização seja implementado e tenha o fluxo necessário”. 

Com previsão de compra em caráter emergencial, em conformidade com a Medida Provisória 1026/21, buscando facilitar a compra das vacinas, insumos e artigos necessários, a proposta foi aprovada em regime de urgência, com única discussão e votação, e segue para sanção do prefeito.

Banner Whatsapp Desktop