26 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
CORONAVÍRUS

Governo lança Rastrear MS com objetivo de controlar avanço da pandemia

O programa foi desenvolvido pelo departamento de informática do governo em parceria com a OPAS

28 setembro 2020 - 17h06Iury de Oliveira
Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende durante lançamento do programa
Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende durante lançamento do programa - (Foto: Reprodução)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Nesta tarde (28) o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Saúde, lançou o programa Rastrear MS, desenvolvido em conjunto com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). O programa visa reduzir o contagio da covid-19 rastreando o contato de infectados com outras pessoas.

O lançamento aconteceu por meio de live com a  participação do o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, que falou sobre como a ferramenta ajuda no combate a pandemia. “Visamos fazer um acompanhamento rigoroso e identificar os contatos dos positivos e assim quebrar a cadeia de transmissão da doença”, explicou.

O programa foi desenvolvido pelo departamento de informática do governo em parceria com a OPAS. “É uma ferramenta que está a disposição dos municípios que vão fazer o segmento dos casos positivo por telefone e conseguir rastrear. Isso é algo que já fazíamos, mas com essa tecnologia vamos ter o acompanhamento rotineiro com um olhar mais apurado”, afirma o secretário.

O secretario aproveitou para mostrar preocupação com os números de casos e comportamento das pessoas. “A gente vem já a nove semanas seguida com uma média de 700 casos por dia, de 12 a 13 óbitos por dia e parte da população parece achar que tudo voltou ao normal, longe disso, a doença está presente”, desabafa.  

Taxa de contágio

Dados da Secretaria de Estado de Saúde apontam que a taxa de transmissão do coronavírus voltou a registrar aumento quanto ao índice contágio no Estado. A taxa vinha registrando um decréscimo nas últimas semanas, mas em virtude do feriado de 7 de setembro, muitas pessoas furaram o isolamento e a taxa voltou a subir.

A taxa de contágio indica quantas pessoas um paciente infectado consegue transmitir o coronavírus. Quando o indicador está abaixo de 1, há indícios de desaceleração do surto e, acima disso, ele tem tendência de alta. A taxa registrada no Estado oscila entre 1.3 e 1.6. “Essa taxa pode variar dia após dia. Esperamos que com esta nova ferramenta, o Rastrear, possamos ficar abaixo de 1 ponto”, finaliza Geraldo Resende.

Banner Whatsapp Desktop
AL MS
PMCG