25 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracajunov
campo grande

Friboi realiza inauguração de unidade de confinamento em Rio Brilhante

Além da unidade em Rio Brilhante em MS, o município de Terenos também vai receber o projeto

28 outubro 2020 - 09h00Carlos Ferreira
O boitel é uma unidade de confinamento que conta com instalação moderna e funcional de curral
O boitel é uma unidade de confinamento que conta com instalação moderna e funcional de curral - (Foto: Divulgação)
Fort Atacadista Natal

O frigorífico Friboi anunciou a inauguração para este mês da unidade de confinamento em Rio Brilhante, a 151 km de Campo Grande, com capacidade para 10 mil animais, com 2,5 giros. A operação de boitel da empresa acontece desde 2010, com mais de 2 milhões de animais enviados para as unidades de processamento da Friboi.

O boitel é uma unidade de confinamento que conta com instalação moderna e funcional de curral, sistema de gestão integrado à produção, equipe composta de veterinários, zootecnistas e nutricionistas que acompanham diariamente a evolução dos animais, além de outros serviços que beneficiam o pecuarista na etapa de engorda do gado, com processos que seguem todos os protocolos globais de bem-estar animal.

O serviço conta com quatro modalidades de contratação, de acordo com a necessidade do produtor

Além da unidade em Rio Brilhante, os municípios de Confresa (MT) e Campo Florido (MG) ganharam novos confinamentos. a Friboi ainda conta com outros cinco nesse modelo: Castilho e Guaiçara, em São Paulo; Lucas do Rio Verde e Nova Canaã do Norte, em Mato Grosso; e Terenos, em Mato Grosso do Sul. Somadas, as oito unidades totalizam capacidade estática para engorda de mais de 116 mil cabeças de gado por ano.

O serviço conta com quatro modalidades de contratação, de acordo com a necessidade do produtor, que pode optar por: 1) Diária: paga um preço fixo pelas diárias; 2) Parceria: o animal é pesado na entrada e o produtor recebe as arrobas magras a preço de boi gordo; 3) Arroba produzida: paga um preço fixo pelo total de arrobas engordadas dentro do confinamento; 4) Ração por quilo: o pecuarista paga pelo quilo de ração consumida por animal.

Banner Whatsapp Desktop
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia