12 de novembro de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
FESTIVAL1
Educação

Bullyng homofóbico nas escolas é tema de audiência pública em Brasília

22 novembro 2010 - 15h54

Acontece na próxima quarta-feira (24), às 9h30 no Auditório Alexandre Costa, no Senado Federal em Brasília, uma audiência pública para debater o Bullyng homofóbico nas escolas. O evento é realizado pela Comissão de Educação, cultura esporte do senado federal, e tem como objetivo auxiliar qualitativamente o desenvolvimento de políticas educacionais voltadas para o acesso da cultura e do respeito às diferenças.

O bullying homofóbico é entendido como um conjunto de atitudes agressivas verbais, físicas ou psicológicas, intencionais e repetitivas, exercidas por um ou mais indivíduos, sem motivação evidente, que objetivam intimidar ou agredir outra pessoa sem a possibilidade de defesa. O bullyng tem se tornado um problema, causando evasão escolar, isolamento social, sentimento de rejeição e humilhação aos alunos de orientação sexual não normativa.
 
A audiência visa difundir informações sobre pesquisas realizadas recentemente, que comprovam a necessidade de atitudes eficazes de enfrentamento a essa prática. Além disso, o evento tem objetivo de promover a conscientização sobre o problema, bem como a inserção do debate no Congresso Nacional e nos meios de comunicação.
 
Centrho recebe prêmio
Em Campo Grande, o Centro de Referência em Direitos Humanos e Combate à Homofobia (Centrho), órgão vinculado a Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas) trabalha para combater todo tipo de preconceito ao público LGBT (Lésbicas, Bissexuais, Gays e Travestis) e oferece atendimento psicossocial e jurídico a gays, lésbicas, travestis e bissexuais que tiveram seus direitos violados ou foram vítimas de discriminação.
 
Atualmente o Centrho atua nas escolas desenvolvendo o “Projeto Educar para a Vida é Educar para a Diversidade”, que consiste em oficinas com alunos do ensino médio em sete escolas estaduais de Campo Grande, atingindo um total de 350 alunos. Por este projeto o Centrho recebe amanhã (23), às 16h30, na Sala das Comissões da Câmara dos Deputados, na Capital federal, o prêmio “Educando para a Diversidade”.
FULLBANNER
Segov Vitimas Full Banner