12 de dezembro de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
POLÍTICA

"Precisamos investir mais na saúde e ampliar as creches na Capital", aponta o deputado Cabo Almi

29 novembro 2019 - 11h22 Por Rosana Siqueira

Atender a população ampliando emendas à saúde dos municípios é uma das bandeiras do deputado estadual Cabo Almi (PT), que esteve nesta sexta-feira (29) no programa Giro Estadual de Notícias. Ele destacou que acha louvável a medida do prefeito Marquinhos Trad de revitalizar a área central de Campo Grande, o Reviva Centro que será inaugurado hoje, mas chamou atenção para os problemas de falta de atendimento na saúde pública e falta de creches na periferia da Capital. "Investir no centro acho louvável, mas não podemos esquecer da  periferia e principalmente destes gargalos que enfrentam a administração pública de Campo Grande que são mais vagas nas EMEIs (antigos Ceinfs) e principalmente a priorização de atendimento à saúde. Precisamos ter um olhar caridoso com saúde publica de nossa cidade", destacou.

O deputado estadual Cabo Almi (PT) em entrevista ao programa "Giro Estadual de Notícias"

O deputado destacou a importância da obra do Reviva Centro mas lembrou de outras necessidades da Capital. "Nosso centro já estava passando da hora de fazer isso. Estava muito apagado com prédios antigos, o consumidor estava deixando de ir pro centro e migrou muito para o bairro. Mas é interessante de além de reviver o centro não esquecer também que a maioria da população mora nos bairros. O investimento no Reviva é bom lógico. Mas que se for colocar na ordem de prioridades, a população quer muito mais creches para deixar seu filho alimentado e ir ajudar no orçamento familiar. Por isso é importante aumentar as EMEIs em Campo Grande. Elevar número de vagas nas creches e não deixar nenhuma criança fora", frisou.

Recentemente, o deputado destinou R$ 30 mil em emenda parlamentar para a aquisição de medicamentos para a população e materiais de uso interno do hospital Sociedade Integrada de Assistência Social de Fátima do Sul, entidade mantenedora do Hospital da SIAS. "Fui criado naquela região e fiz uma visita a  Rosa que faz trabalho no hospital. Eu  já havia colocado outra emenda de R$ 50 mil e agora contemplando o Hospital Sias de Fátima do Sul com mais R$ 30 mil. A gente  gostaria de contribuir mais, mas os recursos ainda precisam ser distribuídos por parte do Governo. É uma pena porque a saúde ela tem sentido como prioridade entre todas as outras questões de investimento. E uma forma que temos que ajudar é com nossas emendas", afirmou.

Cota Zero

O deputado aidna deixou clara sua posição contra a "Cota Zero". O parlamentar defende a suspensão do Decreto 15.166 que regulamentou  o exercício da atividade pesqueira no Estado e instituiu a chamada cota zero para os pescadores amadores e/ou desportivos.

Ele ainda fez uma análise do cenário político-econômico nacional, aumento de preço da carne bovina entre outros temas. Confira a entrevista completa no player.

TJ MS Novembro