20 de agosto de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 BANNER TCE - Supremacia Lei Licitação PI 2209 (25 a 27/07 e 30 e 31/07)
DANÇA

Projeto realiza gratuitamente oficinas de danças urbanas em 4 cidades no entorno da Capital

“Rede Hip Hop: Arte no Entorno” tem investimento do Fundo de Investimentos Culturais, Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania e Governo do Estado de MS

16 maio 2018 - 10h33Da Redação
Oficinas de Danças Urbanas do projeto “Rede Hip Hop: Arte no Entorno
Oficinas de Danças Urbanas do projeto “Rede Hip Hop: Arte no Entorno - Divulgação

Estão abertas as inscrições gratuitas para as Oficinas de Danças Urbanas do projeto “Rede Hip Hop: Arte no Entorno”, que acontecem em Nova Alvorada do Sul-MS, Ribas do Rio Pardo-MS, Terenos-MS e na comunidade Furnas do Dionísio em Jaraguari-MS. As oficinas são voltadas para crianças a partir de 10 anos, jovens e adultos e, acontecem do final de maio a novembro. 

O projeto 

O projeto itinerante “Rede Hip Hop: Arte no Entorno” busca difundir o ensino das danças urbanas em diferentes localidades de Mato Grosso do Sul, por meio da circulação de oficinas. A proposta é aproximar, democratizar o acesso e estimular iniciativas ligadas ao movimento Hip Hop. A realização do projeto está sendo feita pelos produtores e artistas da dança sul-mato-grossense Ralfer Campagna e Marcos Mattos. 

O programa contempla, gratuitamente, as cidades de Nova Alvorada do Sul-MS, Ribas do Rio Pardo-MS, Terenos-MS e a comunidade Furnas do Dionísio em Jaraguari-MS; municípios localizados no entorno de Campo Grande-MS. As aulas serão realizadas toda semana, durante seis meses. Em Nova Alvorada do Sul e em Ribas do Rio Pardo as aulas começam em 02 de junho. Em Terenos, 09 de junho. E, em Jaraguari, no dia 31 de maio. 

Ao final do programa, será realizado em Campo Grande um evento de encerramento das atividades para promover a integração dos participantes dos municípios contemplados. Serão dois dias de workshops, rodas de conversas, apresentações de companhias convidadas e dos grupos do projeto. O investimento é do Fundo de Investimentos Culturais, Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania e Governo do Estado de MS. 

“A ideia é democratizar o acesso às danças urbanas, levar novos conhecimentos e técnicas, incentivar a prática da dança e mostrar os seus benefícios, enfim, possibilitar uma integração social para que os participantes possam construir a partir deste contato, novos meios de se comunicar com o mundo. Nosso maior desejo é que ao final dos seis meses de projeto a própria comunidade abrace essa proposta e dê continuidade as atividades”, destaca Ralfer. 

Professores 

As oficinas serão ministradas por professores renomados que mediarão o processo de vivência e ensino-aprendizagem com os alunos, possibilitando ações direcionadas ao conhecimento teórico-prático das danças urbanas e da cultura hip hop, além de intervir no contexto social de cada participante. 

Formam o grupo de professores: Ariane Nogueira, Irineu Ruach, Jackeline Mourão e Reginaldo Borges. Ariane é artista da dança. Formada em Artes Cênicas e Dança pela UEMS ébailarina da Cia Dançurbana desde 2006 e ministra aulas de danças urbanas no Projeto “Arte e Cultura” pela SEMED. Irineu é graduado em Educação Física, tem pós-graduação em Dança e Expressão Corporal, é intérprete criador da Cia Dançurbana e diretor e coreógrafo do Grupo Armazém 67 e do Coletivo Bigfield Crew. 

Jackeline é graduada em Educação Física. Iniciou sua atuação na dança em 2007 por meio de projetos sociais, atualmente integra a Cia Dançurbana, o Grupo Expressão de Rua e a Ginga Cia de Dança como bailarina e intérprete criadora. Reginaldo é graduado em Educação Física. Artista da dança; atua na área desde 2003. É integrante da Cia Dançurbana, diretor e coreógrafo do grupo Expressão de Rua e assistente de produção da Arado Cultural. 

Inscrições 

Ao todo, são disponibilizadas 60 vagas em cada município. Em Nova Alvorada do Sul as inscrições estão sendo realizadas no Ponto de Cultura Lídio Rodrigues Escobar “Rondinelli”, rua Leonor de Souza Araújo, 991, jardim Guanabara (67 3456-1747). Em Ribas do Rio Pardo na Secretaria Municipal de Educação – Coordenadoria Municipal de Cultura, avenida Aureliano Moura Brandão, 325 (67 3238-3166). Em Terenos, no Centro Municipal de Múltiplas Atividades-CMMA, avenida Arnaldo Estevão de Figueiredo (67 3246-1013). E na comunidade Furnas do Dionísio, em Jaraguari, na Escola Estadual Zumbi dos Palmares (67 9 9947-7233). 

Serviço: mais informações sobre o projeto “Rede Hip Hop: Arte no Entorno” pelo telefone (67) 99236-8476 ou pelo Facebook www.facebook.com/paginaredehiphop.  

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
VAZIO SANITÁRIO