10 de dezembro de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
DARKODE

PF deflagra operação internacional para prender hackers brasileiros

Operação tem o objetivo de identificar e prender hackers nas cidades de Goiânia/GO e Belo Horizonte/MG. A operação foi realizada em conjunto com a Cyber Division do FBI.

14 julho 2015 - 11h41PF
Os envolvidos responderão, na medida de suas participações, por associação criminosa, furto qualificado pela fraude, entre outras condutas criminosas.
Os envolvidos responderão, na medida de suas participações, por associação criminosa, furto qualificado pela fraude, entre outras condutas criminosas.

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (14) a operação internacional Darkode*, com o objetivo de identificar e prender hackers nas cidades de Goiânia/GO e Belo Horizonte/MG. A operação foi realizada em conjunto com a Cyber Division do FBI.

Foram cumpridos mandados de prisão contra mais de 62 hackers identificados no mundo inteiro, nesta que é a maior operação de cooperação internacional da área cibernética. Além do Brasil, participaram da operação as unidades especializadas em crimes cibernéticos de mais 18 países, dentre os quais ISRAEL, ALEMANHÃ, REINO UNIDO, ROMENIA, BÓSNIA, SÉRVIA, INDIA, SUÉCIA, DINAMARCA, COLOMBIA, dentre outros. A maior quantidade de investigados foram presos na Romênia (16).

O Darkode foi utilizado para a negociação criminosa de dados de cartões de crédito, ferramentas, credenciais, vulnerabilidades, lista de e-mails e todo o tipo de informação que possa ser usada para a prática de crimes cibernéticos. A investigação iniciada em Março/2015 identificou hackers brasileiros dentre os maiores especialistas mundiais em crimes cibernéticos já presos pela PF. Os investigados brasileiros possuem grande reputação entre os membros do fórum internacional Darkode chegando a alcançar os níveis mais especializados do fórum.

Os criminosos também criaram uma empresa especializada em Segurança Biométrica como fachada, contratando programadores especificamente para o desenvolvimento e atualização do sistema fraudulento.Um desses programadores chegou a criticar as operações cibernéticas da Polícia Federal, dizendo que a instituição não prendia hackers de verdade.

Os envolvidos responderão, na medida de suas participações, por associação criminosa, furto qualificado pela fraude, entre outras condutas criminosas.

 

*O DARKODE é um fórum internacional criado em 2007 com o propósito de reunir em um único local os maiores e mais especializados hackers e criminosos cibernéticos. Para ser membro do fórum o usuário necessita da aprovação de suas habilidades técnicas pelos outros membros. Após esta aprovação o usuário recebe a credencial para acesso às partes públicas do fórum.

AGENDAMENTO JUIZADO ESPECIAL -
TJ MS Novembro