09 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
SAÚDE

Ministério Público apura suspensão de atendimentos em unidades de saúde da Capital

MPE abriu inquérito civil para verificar suspensão de atendimentos de ambulatório durante pandemia

9 julho 2020 - 09h30
Consultas (médicas, de enfermagem) e visitas domiciliares eletivas devem ser suspensas
Consultas (médicas, de enfermagem) e visitas domiciliares eletivas devem ser suspensas - (Foto: Reprodução)
HVM

A 32ª Promotoria de Campo Grande investiga, por inquérito civil, a suspensão de atendimentos ambulatoriais em unidades de atenção básica de saúde e unidades de atenção básica de saúde da família durante a pandemia do coronavírus na Capital.

Os atendimentos ambulatoriais nas unidades da Rede Municipal de Saúde de Campo Grande estão suspensos desde 19 de março. 

Conforme a resolução, fica suspenso o atendimento ambulatorial em todas as unidades próprias Rede Municipal de Saúde, tais como Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF), Clínicas da Família, ambulatórios de especialidades médicas, unidades da Rede de Atenção Psicossocial, entre outras.

Consultas (médicas, de enfermagem) e visitas domiciliares eletivas devem ser suspensas. Essa medida visa minimizar o contato de possíveis casos suspeitos de COVID-19 com pessoas saudáveis, principalmente idosos. 

Banner Whatsapp Desktop
agecom - fullbanner
Cornavirus