21 de agosto de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Banner - Campanha Doe Sangue 09.08 até 16.08
EDUCAÇÃO

Escolas comemoram aniversário de fundação e da Capital com eventos culturais

11 agosto 2018 - 18h31
lICUR (9) (Copy)
lICUR (9) (Copy)

Apresentações culturais e homenagens marcaram, neste sábado (11), as atividades dos 50 anos da escola Dr.Tertuliano Meireles, no bairro Caiçara e dos 38 anos da escola Professor Licurgo de Oliveira Bastos, na Vila Nasser.

Cada unidade reuniu pelo menos 2 mil pessoas entre alunos, comunidade escolar, familiares e funcionários, que prestigiaram as atrações que tiveram o objetivo de resgatar as tradições culturais de Campo Grande. Além da comunidade das escolas, também marcaram presença a secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, secretária-adjunta, Soraia Campos e o prefeito Marquinhos Trad.

O prefeito Marcos Trad elogiou a festa de aniversário e pontuou que pretende ampliar a capacidade de atendimento da unidade com a ampliação de mais salas.

“O evento é uma grande comemoração, o Dr. Tertuliano, além de médico foi um grande professor nas disciplinas de história e biologia. Temos um grande sonho nessa escola de ampliar o prédio”.

A secretária de Educação, Elza Fernandes, ressaltou a história da escola e a participação da comunidade.

“A festa foi maravilhosa, porque contou a história da escola desde seu inicio até os 50 anos. O que nós percebemos é que durante todo esse tempo se manteve a qualidade na educação e os pais envolvidos nas atividade da escola. Foi emocionante”.

A diretora do Tertuliano, Ana Rita Sorato atribui a realização da festa ao vínculo que tem com a unidade. Ela está trabalhando na escola durante 14 anos e comenta sobre o aniversário.

“Eu amo muito o que eu faço. Todos que estão aqui amam o que fazem. Por isso que é importante essa comemoração, por tudo que ela significa no bairro, ela é um patrimônio da comunidade”.

lICUR (21) (Copy)O técnico em ótica, Irineu Cavaleiro Neto, que estudou na Escola Tertuliano durante oito anos, do 1° até o 8° ano, na década de 1980, e possui uma filha estudante da unidade também, Mirela Cavaleiro, comentou sobre a festa.

“É bom o evento, eu e minha irmã estudamos aqui. Vai formando novas pessoas e vamos comemorando. Do período que estudei aqui até o da minha filha todos os professores passam um bom ensinamento”.

Para o aluno João Vitor Santos, de 14 anos, que estuda no Tertuliano a um ano e meio, o melhor da festa foi a orquestra.

“A festa está grande, gostei bastante da orquestra e está sendo bem legal. Meus pais acham muito boa a escola e querem que eu fique aqui ate o 9° ano. Moro em outra região, mas prefiro estudar aqui”.

Quadro de Tertuliano

No evento da escola Dr. Tertuliano Meireles, que completou meio século de fundação no dia 16 de abril houve a entrega solene da obra “Pintura sobre tela do Dr. Tertuliano Meirelles”, elaborada pelo artista plástico Antônio Pedro de Alcântara. Também houve apresentações dos alunos da educação infantil (pré-escola) e poesia recitada pelo professor Drayton Lima, que produziu um texto sobre a história e a importância da escola na comunidade.

lICUR (27) (Copy)A secretária Municipal de Cultura e Turismo, Nilde Brum, esteve presente prestigiando a festa com a entrega da tela do artista.

“É uma data muito importante que temos que comemorar e como leva o nome do Tertuliano nós estamos fazendo uma homenagem entregando o quadro. A Semed levou a proposta para a Secretaria que adquiriu o quadro para esta homenagem”.

Ex-alunos

Os alunos que participaram das aulas de ginástica rítmica, coordenados pela professora Luzimara Galvão Vareiro de Souza também apresentaram coreografia preparada com exclusividade para o evento. Já na programação musical houve apresentação de violão e interpretação da música “Amigos para Sempre”, por quatro professores da escola.

Uma banda formada por ex-alunos empolgou o público, ao lado de um grupo de professores que apresentou músicas regionais. Ainda houve uma disputa esportiva por pais de alunos e professores.

lICUR (26) (Copy)O evento também contou com ações sociais e de saúde, como aferição de pressão arterial, corte de cabelo, manicure; massoterapia, maquiagem e limpeza de pele; oficina de pintura; distribuição de mudas de hortaliças; exposição de fotos do Arquivo Histórico de Campo Grande ; Clube do Setinha, que levou jogos sobre trânsito; pintura facial e brinquedos infláveis.

O dentista Cleverson de Oliveira Falbot ministrou palestra sobre saúde bucal. Não faltaram orientações quanto os cuidados com o corpo e proteção animal.

Cidade multicultural

Na escola Licurgo de Oliveira Bastos, que comemora sua fundação no mesmo dia do aniversário da Capital, 26 de agosto, a proposta da festa foi relembrar a cultura de Campo Grande com o evento “Uma Cidade Multicultural”, onde mostrou os diferentes povos que moram em nossa Capital, bem como as contribuições culturais que se fazem presentes, por meio da arte, cultura e das comidas típicas.

O evento envolveu alunos da educação infantil ao 9º ano com diferentes apresentações, visando garantir o envolvimento de todos os presentes. A unidade retratou sua história e evolução por meio de fotos e murais.

Foram realizadas apresentações dos músicos Rafael e Luciana que tocam saxofone e violoncelo; dança paraguaia; dança do ventre e apresentações com o músico sul-mato-grossense Irwing Rosa, representando a fronteira com o Paraguai.

A comunidade escolar também marcou presença nas apresentações como Waldir Rosa e sua filha, a aluna Maria Luiza, que apresentaram um repertório de Música Popular Brasileira. A dupla João e Turbinado levaram a música regional e os alunos do 8º ano fizeram uma demonstração de catira. Já a dupla Gustavo e Letícia escolheram o sertanejo e o aluno Max Henrique, a MPB.

A secretaria-adjunta Soraia Campos que trabalhou como diretora do Licurgo, durante 27 anos, fez parte da história da unidade e fala da emoção de participar da festa.

“É algo muito bom pra toda a comunidade interna e externa. Quando nós conseguimos trazer a comunidade pra dentro da escola para prestigiar no decorrer do ano é muito satisfatório. A escola sempre foi unida com a comunidade”.

A diretora Claudeci Almeida também conta sua passagem histórica pela escola quando ainda era aluna e sobre a sua emoção da festa.

“A festa está sendo grandiosa. Entramos no calendário de festividades do aniversário de Capital. Os pais vieram e prestigiaram, os pais vieram pra compartilhar conosco. Eu fui aluna da escola desde 1980”.

 

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
VAZIO SANITÁRIO