14 de Dezembro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TRANSPARENCIA SEGOV - 13.12 ATÉ 21.12
REDES SOCIAIS

Efeito espelho: O que as redes sociais revelam sobre você?

Saiba como usar essa ferramenta a seu favor.

19 Janeiro 2016 - 09h55Suelen Morales
Inicialmente criadas para relacionamentos pessoais, as redes sociais se expandiram e hoje atinge também a vida profissional dos usuários.
Inicialmente criadas para relacionamentos pessoais, as redes sociais se expandiram e hoje atinge também a vida profissional dos usuários. - Divulgação

Neste ano, a rede social Orkut completaria 12 anos. Criada no dia 24 de Janeiro e desativada em 30 de setembro de 2014, a rede de relacionamentos era filiada ao Google e atingiu mais de 30 milhões de usuários no Brasil. O Orkut foi ultrapassado pelo atual líder mundial Facebook, com 1,49 bilhão de usuários ativos. No entanto, outras redes também fazem parte do nosso cotidiano como o Whatsapp (900 milhões de usuários), LinkedIn (347 milhões de usuários ), Flickr (51 milhões de usuários) , Instagram (400 milhões de usuários), Twitter (310 milhões de usuários) e SnapChat.

O problema é que muitos usuários pensam nas redes sociais apenas como uma ferramenta para descontração, mas alguns cuidados devem ser tomados para que excessos e fotos inadequadas não prejudiquem tanto o lado pessoal, quanto o profissional. Boa parcela dos profissionais, mais antenados, já percebeu que o uso adequado dessas ferramentas de comunicação pode potencializar suas carreiras, promovendo o crescimento profissional, início no mercado de trabalho e network (rede de contatos).

Para saber quais seus limites, basta levar em conta que nesse novo mundo online os cuidados devem ser similares aos que tomamos em nosso dia a dia, nos passeios, no trabalho ou até mesmo em casa. O recomendável para se valorizar é dar foco ao que é positivo e evitar exposições desnecessárias e que possam denegrir sua imagem ou associá-lo a fatores negativos.

O consultor em recursos humanos e diretor executivo da BAZZ Estratégia e Operação de RH (recursos Humanos), Celso Bazzola, preparou algumas dicas sobre os cuidados no uso da redes sociais, principalmente neste período de férias. Confira:

1.    Amplie seus contatos qualificadamente – é interessante ter um amplo grupo de amigos. Assim busque amizade online com pessoas que tenha contato e ache interessante profissionalmente. Contudo, se preocupe mais com a qualidade do que com a quantidade, não precisa ir convidando todo mundo que conhece ou que é ‘amigo do amigo’ para ser seu amigo. Isso pode não soar bem.

2.    Valorize suas conquistas profissionais – mostre ações que realizou que tiveram sucesso, resultados de projetos que foram interessantes ou titulações alcançadas. Contudo, evite se autopromover demasiadamente, pois isso pode soar arrogante. E busque, com permissão prévia, marcar as pessoas que estavam envolvidas nos trabalhos, de forma elegante, pois isso aumenta sua visibilidade.

3.    Publique com inteligência – cada vez mais se multiplicam publicações vazias. Assim, busque se diferenciar com publicações pertinentes. Evite posts irrelevantes que possam atrapalhar sua imagem. Busque levantar assuntos relacionados ao seu campo de atuação.

4.    Evite debates inúteis – nas redes sociais há momentos tensos, de debates políticos, religiosos e outros similares, contudo, por mais que possa ‘coçar’, evite entrar nesse tipo de conversa. Repare que geralmente essas não levam a lugar nenhum e não terminam bem. Sem contar que você não sabe qual o posicionamento de seus parceiros de negócios.

5.    Cuidado com as características das redes – Não é por que o Linkedin tem um lado mais profissional e o Facebook é mais aberto que deverá tratar a segunda com maior desleixo. Saiba que parceiros e recrutadores também entrarão nessa rede. Assim, é importante que a pessoa tome cuidado em não colocar coisas irrelevantes em cada um deles.

6.    Pense antes de curtir uma publicação ou página – Antes de curtir e compartilhar um texto, leia atentamente para ver se não há nada nas entrelinhas. E se for curtir uma página ou participar de uma comunidade, pesquise antes, evite as que que incitem o ódio ou o preconceito.

7.    Antes de escrever algo, pense – Analise os pontos positivos e negativos de uma postagem. Sei que parece chato, e tira um pouco a graça dessas redes, mas essa é a única forma de garantir que o postado nas redes sociais não interferirá no lado profissional. As pessoas hoje têm acesso ao que você faz 24 horas. Por isso, preserve sua imagem. Lembrando que ser feliz não o é que se está postando na rede mundial.

8.    Evite situações não profissionais – multiplicam-se as fotos de baladas, roupas de banho e bebedeiras nas redes. Será que é necessário? Não cabe a ninguém julgar o estilo de vida das pessoas, mas se expor de forma inadequada trará consequências negativas para imagem de um profissional. Todos estão expostos às avaliações. Por isso, pode ter certeza que contará na hora que olharem, e não adianta bloquear o acesso das pessoas as suas fotos nas redes sociais e achar com isso que está segura. Ledo engano, pois outras pessoas poderão compartilhar a mesma foto, e assim de nada adiantou essa preocupação.

 

BANNER SANESUL - INSTITUCIONAL - de 26.10 ate 31.10

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O assunto mais comentado recentemente foi o discurso do deputado federal Tiririca que disse deixar a vida pública, mas que não renunciou ao mandato e permanece até final de 2018. O que você achou?

Votar
Resultados
PI 298 - GOVERNO PRESENTE / DOE ORGAOS - DO DIA 02.11 ATÉ 08.11
REFIS GOVERNO PRESENTE 2 - DE 16.11 ATE 22.11