26 de março de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanhas Institucionais -  Banner - Educação Volta as Aulas
ALERTA

Defesa Civil monitora rios de MS; Coxim e Corumbá atingem cotas de alerta e inundação

Em todo o Estado, 13 pontos estão sendo monitorados para garantir segurança da população ribeirinha no período das chuvas que termina em fevereiro

2 janeiro 2019 - 16h55
Até o final da semana estão previstas pancadas de chuva por todo o Mato Grosso do Sul, o que pode elevar ainda mais o nível dos rios deixando a Defesa Civil em alerta sobre risco de inundações
Até o final da semana estão previstas pancadas de chuva por todo o Mato Grosso do Sul, o que pode elevar ainda mais o nível dos rios deixando a Defesa Civil em alerta sobre risco de inundações - Foto: Luis Fernando Wagner

Sob monitoramento por conta do período das chuvas, dois rios de Mato Grosso do Sul registraram elevação nos últimos dias deixando a Defesa Civil em alerta para ocorrências de inundação durante o período de maior incidência, que vai até fevereiro.

Em Corumbá, o Rio Paraguai ultrapassou na região de Porto Esperança a chamada cota de inundação de 5,83 – quando o leito ultrapassa as margens – chegando aos 6,65 metros. “Entramos em contato com a coordenadoria municipal e não foram registradas ocorrências de inundação, mas estamos de prontidão caso seja necessário o suporte do Governo do Estado”, explicou o coordenador da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Fábio Catarinelli.

 
Rio Paraguai, localizado na região do Pantanal - Foto: Divulgação

Em Coxim, o rio Taquari chegou hoje aos 4,17 metros e apesar de não apresentar risco já ultrapassou a chamada cota de alerta que é de 4,02 metros. Em todo o Estado, há 13 pontos de monitoramento, mas até esta quarta-feira (02.01) a situação está dentro da normalidade em todos os demais.

Até o final da semana estão previstas pancadas de chuva por todo o Mato Grosso do Sul, o que pode elevar ainda mais o nível dos rios deixando a Defesa Civil em alerta sobre risco de inundações.

“Em Aquidauana nos últimos dias, o rio chegou a subir dois metros em apenas 24h o que reforça a necessidade de monitoramento constante para garantirmos a segurança da população”, enfatizou Catarinelli.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você considera que o uso da internet em excesso esteja incentivando os jovens a cometerem suicídio?

Votar
Resultados
IPVA
DENGUE