17 de Fevereiro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPANHA Águas Guariroba - Banner - Campanha Águas Faz Mais - JAN
NOVO LIXÃO

Chuva e buracos transformam Nova Jerusalém em novo lixão a céu aberto

As denúncias de todo e qualquer entulho nas calçadas podem ser realizadas por meio do Disque Denúncia 156

15 Fevereiro 2018 - 14h07Lucas Junot
Ainda segundo a presidente da Associação de Moradores, os buracos nas vias têm aumentado em tamanho e se multiplicado com a incidência das chuvas
Ainda segundo a presidente da Associação de Moradores, os buracos nas vias têm aumentado em tamanho e se multiplicado com a incidência das chuvas - Foto: Lucas Junot

Pequenos lixões a céu aberto estão se formando no bairro Nova Jerusalém, região do Bandeira, em Campo Grande. O alerta é da Associação de Moradores e, de acordo com a presidente Lilian Nogueira, o problema tem se intensificado com as fortes chuvas ocorridas na Capital, que, além de carregar detritos para o local, formam buracos onde o lixo se acumula.

Ainda segundo a presidente da Associação de Moradores, os buracos nas vias têm aumentado em tamanho e se multiplicado com a incidência das chuvas. “O meu cheiro está insuportável e temos visto animais peçonhentos, grande número de mosquitos e nos preocupamos com a saúde da comunidade, além dos riscos de acidentes”, comenta Lilian.

Outro problema, segundo o vice-presidente Layhiston da Rocha, é que a presença do lixo tem atraído moradores de bairros vizinhos para também fazerem despejo de entulhos, móveis velhos e até animais mortos no local.

“Mesmo que a gente tente conscientizar a comunidade para não acumular lixo nos buracos e terrenos baldios, sujeira atrai sujeira e corremos o risco de ver o nosso bairro se tornar mais um lixão a céu aberto”, destaca.

A situação chegou até a Câmara Municipal nesta quinta-feira (15) e foi objeto de um pedido de providências encaminhado pelo vereador William Maksoud (PMN) ao Executivo. “Além de uma questão de saúde pública, temos aí uma grave ameaça ao meio ambiente e à qualidade de vida daquela população. É uma questão de dignidade. Ninguém quer e nem merece ter um lixão na porta de casa”, enfatiza o parlamentar.

No pedido, Maksoud pede a limpeza, recolhimento dos detritos e reparo das vias públicas. “Temos certeza de que o Executivo atenderá prontamente nosso pedido. É pra isso que estamos aqui, para mediar a relação entre as necessidades da população e as ações do Poder Público”, finaliza o vereador.

É lei - Quem for flagrado jogando lixo em local proibido será notificado e terá cinco dias para limpar a área. Após este período o agente fiscal retorna ao local para vistoria. Os infratores que não cumprirem a limpeza responderão penalidades como notificação e/ou advertência, multa em valores que variam de R$ 820,07 a R$ 3.436,67.

As denúncias de todo e qualquer entulho nas calçadas podem ser realizadas por meio do Disque Denúncia 156.

SEGOV CORTESIA
TJ MS - CORTESIA