04 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
INTERNACIONAL

Bulgária: presidente pede a renúncia de primeiro-ministro e procurador-geral

Radev, eleito em 2016 com os votos do Partido Socialista, é um crítico do governo de centro-direita do primeiro-ministro Boyko Borissov

11 julho 2020 - 14h39
Presidente da Bulgária, Ruman Radev
Presidente da Bulgária, Ruman Radev - (Foto: Divulgação)
HVM

O presidente da Bulgária, Ruman Radev, pediu neste sábado a renúncia do governo de centro-direita e do procurador-geral do país como forma de aliviar as tensões políticas que provocaram protestos em todo o país. "Búlgaros de diferentes idades e filiações políticas estão exigindo a restauração do estado de direito e das liberdades civis básicas que foram metodicamente violados nos últimos anos", disse o presidente, em discurso televisionado para todo o país. "A raiva é profunda. Está se acumulando há anos e não pode ser suprimida pelo medo e pela força."

Radev, eleito em 2016 com os votos do Partido Socialista, é um crítico do governo de centro-direita do primeiro-ministro Boyko Borissov, acusando-o de corrupção, falta de justiça e supressão da liberdade de discurso. Milhares de pessoas saíram às ruas da capital, Sofia, para exigir a renúncia de Borissov e do procurador-geral Ivan Gechev, acusando-os de corrupção e ligações com grupos criminosos. Os protestos começaram nesta semana, depois que Geshev ordenou buscas na sede da presidência e detenções de dois de seus assessores por suspeita de tráfico de influência. Borissov está no poder desde 2009, e o seu terceiro mandato deve terminar em março do próximo ano. Fonte: Associated Press.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você vai fazer compras de Dia dos Pais neste ano?

Votar
Resultados
GAL COSTA
Cornavirus
agecom - fullbanner