19 de setembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
HVM - INCORPORACOES
PATRULHA DIGITAL

Alunos do Senai percorrem o Bairro Moreninha III para apresentar antena de TV digital a moradores

Para os alunos do Senai, ficou a sensação de dever cumprido por terem ajudado a prestar esclarecimentos para uma população carente

13 julho 2018 - 14h18Da redação com assessoria
Na Capital e em Terenos, 111 mil moradores, beneficiários de programas sociais do Governo Federal, têm direito ao kit gratuitamente
Na Capital e em Terenos, 111 mil moradores, beneficiários de programas sociais do Governo Federal, têm direito ao kit gratuitamente - Foto: Divulgação

Os alunos do curso de assistente de produção do Senai de Campo Grande se espalharam pelas ruas do Bairro Moreninhas III na quinta-feira, 12, para informar e sensibilizar moradores sobre a necessidade de instalação de antenas digitais em televisores antigos. Tudo porque, já que, a partir do próximo 14 de agosto o sinal analógico será desligado na Capital e quem não tiver o kit digital não conseguirá mais assistir televisão.

A ação faz parte do projeto “Patrulha Digital”, uma parceria entre o Senai, TV Morena, afiliada da Rede Globo em Mato Grosso do Sul, e a ONG Seja Digital para assegurar que toda a população tenha acesso à TV digital.

Antes da mobilização, os 28 alunos foram recepcionados pelo gerente do Senai de Campo Grande, Hélio Vilaça, que destacou o caráter social e as possibilidades de crescimento profissional dos discentes do curso, que têm entre 18 e 22 anos, com a participação no projeto. “Para nós é muito importante inserir nossos alunos em projetos de atendimento à comunidade, além de, sobretudo, oportunizar a eles uma aproximação do mercado de trabalho, o que significa um diferencial muito grande na formação deles”, analisou.

O diretor de operações da Seja Digital, Wellington Vidaurre, que acompanhou os alunos durante toda as visitas, disse que, inicialmente, encarou o projeto como uma ação de tecnologia e, depois, percebeu a necessidade de focar nas pessoas. “Por isso é tão importante o papel destes alunos do Senai para o trabalho que estamos desenvolvendo, porque grande parte da Seja Digital é informar à população, com cuidado em especial às famílias de menor renda, porque são pessoas que têm menos acesso a informação, principalmente as pessoas mais idosas, e precisamos levar este conhecimento à toda a comunidade, transmitir essa mensagem”, disse ele.

Nesta quinta-feira, os alunos mais jovens, dos cursos de aprendizagem do Senai, foram conduzidos pelos instrutores Ronilço Guerreiro e Renata Batistelli e ficaram responsáveis por bater de porta em porta das residências e pontos comerciais de duas ruas das Moreninhas, a Anacá e a Mururé, orientando sobre como garantir um kit digital. Em uma próxima etapa do projeto, alunos dos cursos técnicos, das áreas de telecomunicações, eletrotécnica e automação vão percorrer os bairros instalando as antenas. Segundo Vidaurre, as regiões escolhidas para ações do projeto são estratégicas, por se tratarem de localidades onde poucos moradores já contam com televisores digitais.

Moradores

Presidente da Associação de Moradores do Bairro Moreninhas III, Valdir Oliveira Sousa afirmou que muitos ainda enfrentam dificuldades para entender como funcionará a migração do sinal. “Tem muita gente que acha que o kit será de graça, mas depois virá uma mensalidade. Outros ficam com medo de colocar um aparelho novo na única TV de casa, então é muito importante essa abordagem aos moradores”, considerou.

Presidente do Clube de mães do bairro, Daisy Rodrigues comentou que as integrantes do grupo, a maioria donas de casa e aposentadas, têm medo de ficar sem assistir TV. “Muita gente não tem conhecimento. Eu mesma dei duas televisões porque achei não ia mais servir quando mudasse para o sinal digital, então elas precisam entender que podem ganhar um kit e a TV fica como nova, que não precisam comprar uma TV mais cara”, acrescentou.

Para os alunos do Senai, ficou a sensação de dever cumprido por terem ajudado a prestar esclarecimentos para uma população carente e, muitas vezes, sem instrução. “Sempre gostei de trabalho voluntário e esse, especificamente, fará um bem muito grande, não só para mim, mas para a alegria das pessoas, para que elas não fiquem sem a TV”, disse Nathalia Duarte, que tem 18 anos. Para João Antonio de Lima, 19 anos, as pessoas ficaram agradecidas pelos esclarecimentos. “Foi muito positivo, porque nem todos têm a informação de que é um produto que será disponibilizado grátis e estou feliz em levar alegria para as pessoas”, completou.

Na Capital e em Terenos, 111 mil moradores, beneficiários de programas sociais do Governo Federal, têm direito ao kit gratuitamente, mas, em dois meses, apenas 70 mil foram retirar os equipamentos. Por isso a “Patrulha Digital”, resultado da parceria entre as instituições, percorrerá diversos bairros informando à população como e quem pode retirá-los e, ao mesmo tempo, o time do Senai participará da mobilização nos bairros e fará a instalação das antenas.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
PMCG - CORTESIA
SOLURB
CORTESIA SEGOV HEPATICE C