23 de maio de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNER TCE - Sistema E- Contas (21 a 25/05)
EDUCAÇÃO

Alunos do 4º ao 7º ano da Reme passam por exames de visão e audição pela Caravana da Saúde

16 maio 2018 - 10h58
@3
@3

Uma parceria entre a Prefeitura de Campo Grande e o Governo de Mato Grosso do Sul vai levar a Caravana da Saúde a 62 escolas da Rede Municipal de Ensino. Alunos do 4º ao 7º ano vão passar por exames de audição e de visão e, quando necessário, passarão por procedimentos complementares e receberão óculos, lentes e aparelhos auditivos. Serão 11.773 alunos atendidos em 18 dias de mutirão nas unidades escolares municipais.

O prefeito Marquinhos Trad destacou a importância da ação. “O ditado já dizia: é melhor prevenir, que remediar. É saúde pública nas redes escolares, obrigação do Estado e obrigação da Prefeitura, afinal nós temos que aplicar dinheiro dos cidadãos, do imposto com eficiência e eficácia, é assim que vamos fazer Campo Grande bem melhor”, afirmou.

Para o governador Reinaldo Azambuja a parceria é fundamental para elevar o rendimento escolar dos alunos. “Vamos disponibilizar os exames e identificado o problema vamos dar o equipamento, uma ação extremamente benéfica aos jovens”, frisou.

A secretária de Educação do Município, Elza Fernandes Ortelhado, destacou que muitas vezes o aluno não desenvolve o pedagógico por problemas na visão e audição. “Não aprende devido a algum tipo de problema de visão ou audição. Muitas vezes o prejuízo vai refletir no final do ano, com muita dificuldade do aluno, com uma reprovação. Então, para nós é de suma importância. Estamos muito satisfeitos com esse atendimento para as crianças”, disse.

A estudante Rebeca Silva Nonato, de 8  anos, do 4º ano A , fez exame de vista e de ouvido e não foi detectado nenhum problema.

Já na estudante Lara Pamela da Silva, de 12 anos, do 7º ano A, foi diagnosticado dificuldades em enxergar de longe. “Eu acredito que agora melhorar meu aprendizado. Eu nunca tinha feito exame, Gostei demais da campanha, pois precisava ir ao médico fazer o exame de vista”, afirmou.

@5Quem também apresentou alteração foi a aluna Juliene Verão Gomes dos Santos, de 9 anos, do 4º ano A. Ela fez exame de audição e visão. “Apresentei problema no exame de visão, nos dois olhos. Não enxerguei bem de longe. Meus pais sabiam que eu iria fazer os exames e aprovaram a medida”, contou.

Em Campo Grande, 42 mil alunos de colégios públicos (municipal e estadual) vão passar pelos exames de vista e audição. Somente na Escola Municipal Professora Brígida Ferraz Fóss, onde houve a visitação nesta da Caravana nesta quarta-feira (16), estão sendo atendidos 385 alunos.

De acordo com a Academia Americana de Oftalmologia (AAO), um em cada cinco alunos sofre algum problema visual como miopia, hipermetropia, estrabismo e outros fatores.

A Caravana da Saúde nas Escolas tem duas etapas. Na primeira, é feita a triagem e o diagnóstico. Na segunda, são realizados exames específicos e também os procedimentos.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

A PM que rendeu um bandido e evitou que ele ferisse crianças e mães à saída de uma escola em Suzano, interior de SP, foi homenageada pelo governador de SP. Você concorda com a homenagem?

Votar
Resultados
Interno: BANNER ASSEMBLEIA LEGISLATIVA - AUDIÊNCIA PÚBLICA (21/05 a 05/06)
MAIO AMARELO CORTESIA
MUDOU O JEITO - SEGOV - SAUDE