12 de Dezembro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNER COMPER NATAL - CORTESIA ATÉ 31.12.2017
EDUCAÇÃO

Alunos da Reme são premiados em concurso de redação e desenho da Controladoria Geral da União

O tema deste ano na categoria redação foi “Um por todos, todos por um!”

7 Dezembro 2017 - 11h18
Durante o evento, escolas da Reme fizeram uma apresentação cultural e a auditora federal Janaina Gonçalves Theodoro de Faria ministrou a palestra “Pequenas Corrupções”.
Durante o evento, escolas da Reme fizeram uma apresentação cultural e a auditora federal Janaina Gonçalves Theodoro de Faria ministrou a palestra “Pequenas Corrupções”. - Foto: Divulgação / SEMED

Democracia, participação social, respeito à diversidade, autoestima, responsabilidade cidadã e interesse pelo bem-estar coletivo foram alguns dos pontos trabalhados pelos alunos da Rede Municipal de Educação (Reme), no 9° Concurso de Redação e Desenho 2017, organizado pela Controladoria Geral da União (CGU), e que premiou nesta quarta-feira (6), os alunos classificados nas etapas nacional e municipal.

O tema deste ano na categoria redação foi “Um por todos, todos por um!” e envolveu as escolas municipais e estaduais de todo o país. Já na categoria desenho o tema foi “Todo dia é dia de cidadania". A solenidade de premiação contou com a presença do prefeito Marquinhos Trad, da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes Ortelhado, Superintendente da Controladoria Geral da União, Paulo Barbiere e o presidente do Observatório Social de Campo Grande, Otavio Jaques.

Durante o evento, escolas da Reme fizeram uma apresentação cultural e a auditora federal Janaina Gonçalves Theodoro de Faria ministrou a palestra Pequenas Corrupções”.

Ao todo 3.200 alunos da Reme participaram do concurso de 44 escolas. Foram selecionados quatro alunos na etapa municipal, um premiado na etapa municipal de redação e três premiados no desenho.

A ideia, com o concurso, foi estimular os alunos a se envolverem com questões sociais e proporcionar uma formação crítica, propiciando um ambiente necessário para que tomem consciência de seus direitos e deveres. Para o prefeito Marquinhos Trad, a mudança deve ser urgente. “O que ensinamos neste momento às crianças irá refletir futuramente. Temos que abordar sempre e muito mais sobre esse tema aos nossos alunos”, pontuou.

O superintendente da CGU, Paulo Barbiere apontou que, este ano, o concurso recebeu um número recorde de inscritos e ressaltou que esse tipo de trabalho irá produzir início de uma mudança de comportamento na sociedade. “A gestão abraçou a iniciativa para incentivar boas práticas. Que isso seja um pequeno passo de um grande futuro que esses alunos têm pela frente”, disse.

 Classificados

Os alunos classificados no concurso receberam premiações da CGU, entre os prêmios estão aparelhos eletrônicos e tablets. Os professores orientadores também ganharam a mesma premiação.

Semed CGU_3

Na Rede Municipal de Ensino, o destaque na etapa nacional do concurso foi a escola “Arassuay Gomes de Castro”, com a aluna Maria Fernanda Guilherme, orientada pela sua professora Flávia Malaquias, que também ganhou certificado.

Na etapa municipal foram premiadas quatro escolas da Reme, sendo que a escola municipal Dr. Olímpio Machado teve duas premiações, com os alunos Victor Hugo Alencar Sena Chaves e Julia Gamarra.

A escola municipal Aldo de Queiroz também levou duas premiações, com a aluna Laís Aparecida Barbosa de Herébia, com a professora orientadora Rosimeire Pereira Silva e Geovana Barbosa Paulino, com a professora orientadora Célia Rosa.

Etapa nacional

“É uma sensação muito gratificante saber que todo o esforço que eu tive foi válido. Eu acredito que, para melhorar a situação no país, em primeiro lugar é preciso ter o conhecimento de fato”, comentou Maria Fernanda Guilherme, 15 anos, do 9º ano, classificada na etapa nacional.

A estudante abordou em sua redação, a relação entre cidadania e democracia e destacou que o tema é bem amplo, mas focou nas formas de corrupção e o trabalho de voluntariado de pessoas altruístas.

“Acredito que com pequenos atos já podemos mudar, assim como não jogar papel no chão, respeitar a fila”, falou Victor Hugo Chaves, 13 anos, do 8º ano da escola “Dr. Eduardo Olimpio Machado’, classificado na etapa municipal.

Para a mãe de Victor Hugo, Maria Helena Alencar, o resultado do concurso foi uma boa notícia para a família. “Meu filho foi sempre destaque na escola e eu conheço o potencial dele. Ele é uma criança muito dedicada e um filho espetacular”, disse.

 

BANNER SANESUL - INSTITUCIONAL - de 26.10 ate 31.10

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O assunto mais comentado recentemente foi o discurso do deputado federal Tiririca que disse deixar a vida pública, mas que não renunciou ao mandato e permanece até final de 2018. O que você achou?

Votar
Resultados
TCE - no período de 20/11 a 24/11
REFIS GOVERNO PRESENTE 2 - DE 16.11 ATE 22.11