Grupo Feitosa de Comunicação
 Redação: +55 (67) 3317-7890
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017 | Desde 1980
CARNAVAL AIDS SEGOV/MS
OLIMPÍADAS DE NEUROCIÊNCIAS | Segunda, 30 de Janeiro de 2017 - 15:30

Alunas da UFGD preparam estudantes para a 1º Olimpíadas de Neurociências de Dourados

A Olimpíada de Neurociências é uma competição para estudantes do Ensino Médio, que tem por objetivo motivar os jovens a aprenderem sobre as ciências que estudam o sistema nervoso
Por: Da redação com informações da assessoria
Durante toda a última semana, alunas do curso de Medicina da UFGD ministraram aulas em um cursinho preparatório voltado para estudantes do Ensino Médio de escolas públicas e particulares de Dourados
Durante toda a última semana, alunas do curso de Medicina da UFGD ministraram aulas em um cursinho preparatório voltado para estudantes do Ensino Médio de escolas públicas e particulares de Dourados / Divulgação/Assessoria

Durante toda a última semana, alunas do curso de Medicina da UFGD ministraram aulas em um cursinho preparatório voltado para estudantes do Ensino Médio de escolas públicas e particulares de Dourados. O objetivo do curso foi prepara-los para a participação na I Olimpíada de Neurociências da Grande Dourados, que ocorrerá em 18 de março.
 
O curso tratou de temas que não são ensinados regularmente no Ensino Médio, mas as professoras tiveram o cuidado de tentar simplificar a forma como iriam ensinar. “As nossas aulas começaram um pouco pesadas, com Neuroanatomia e Neurobiologia, mas depois mostramos para eles as doenças neurológicas e eles puderam reconhecer pessoas na família que já tiveram. Se o conteúdo for muito pesado, fica difícil de eles aprenderem”, explicou Ana Letícia Amaral, aluna do 4º período Medicina e uma das responsáveis pelo cursinho. “Nas nossas aulas a gente busca apresentar a Neurociência aos alunos, despertar neles o desejo pelo conhecimento. Então mesmo que a gente não consiga vencer na fase nacional da Olimpíada, nós já alcançamos o nosso objetivo - que é mostrar para os alunos a Neurociência. Isso já é uma realização para a gente”, completou.

A Olimpíada de Neurociências é uma competição para estudantes do Ensino Médio, que tem por objetivo motivar os jovens a aprenderem sobre as ciências que estudam o sistema nervoso. O evento internacional ocorre desde 1998 e, no Brasil, há comitês locais no Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, Juiz de Fora, São Paulo, Rio das Ostras, Brasília, São Fidélis e agora também em Dourados. “Recebemos convite do professor Alf Scholl, da UFRJ, para abrir um comitê local das Olimpíadas em Dourados. Cada comitê seleciona três pessoas para participar da etapa nacional, que seleciona um para representar o Brasil internacionalmente, explicou Beatriz Nardoque, aluna do 4º período Medicina.
 
A experiência enquanto docentes parece ter sido enriquecedora também para as organizadoras. “Estamos acostumadas a apresentar seminários toda semana, mas é muito diferente a abordagem, o jeito que temos que falar, as palavras que a gente usa. Temos sempre que pensar se eles estão entendendo, não podemos presumir que eles sabem de algumas coisas que a gente não ensinou, então a gente parte bem do zero mesmo. Tentamos sempre relacionar com filmes e livros, por que é assim que eles aprendem”, explica Luisa Echeverria, do 4º período Medicina da UFGD. “A gente também acaba aprendendo muito, revisando as matérias e pesquisando artigos”, completa Beatriz Nardoque.
 
Os alunos que participaram do cursinho aprovaram a experiência. Ingrid Santos, estudante da Escola Estadual Floriano Viegas Machado, faz parte de um projeto de iniciação científica na Unidade 2 da UFGD e foi lá que ficou sabendo sobre a Olimpíada e o cursinho preparatório. "Minhas monitoras apresentaram para mim e eu fiquei muito interessada, pois gosto dessas areas que envolvem corpo humano e Neurologia. Pretendo seguir carreira na Medicina", disse Ingrid."Soube do cursinho pelo Facebook, uma amiga compartilhou. Eu já terminei o Ensino Médio, mas fiquei interessada nos ensinamentos de Neurologia por que é uma área que eu pretendo seguir quando fizer Medicina", completou Larissa Mazzonetto, outra participante do evento.

Veja Também
Comentários
ShopCar
InfoImoveis