18 de março de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
aguas Guariroba -  Banner - Campanha Março - Obras 2019

Despedida a Ueze Elias Zahran

28 dezembro 2018 - 14h58Por Fernando Soares

Empresário dos mais notáveis de Mato Grosso do Sul, grande democrata, amigo de muitos amigos, Ueze Elias Zahran, faleceu no final da tarde de quinta-feira, aos 94 anos, e na sexta-feira teve o enterro em São Paulo, digno de uma grande personalidade. Todos os segmentos da sociedade lá estavam representados. Políticos, juristas, autoridades e pessoas comuns fizeram questão de dar o último adeus ao grande brasileiro que foi Ueze Elias Zahran, o bela-vistense que fez de sua vida uma bela história, um belo exemplo.
A ele, devo minha carreira, pelas grandes oportunidades que me ofereceu. Em tudo o que um jornalista da minha época precisava para deslanchar sua carreira e receber prêmios, ele me oferecia seu apoio. Desde o primeiro momento, ele acreditou em mim. E eu tudo fiz para não decepcioná-lo.
Ueze vibrava com cada prêmio que eu recebia. Não perdia uma feijoada da coluna e ainda brincava de que vinha à feijoada mais cara do Brasil. Largava tudo em São Paulo para estar nas minhas festas. Foi meu mestre, meu irmão, meu amigo do peito. Quando ele partiu, um pouco de mim também se foi com ele, por causa da grande saudade que vou sentir. Mas, até hoje, Sempre, ao ter qualquer dúvida, mesmo como colunista, me lembrava dele e procurava seguir os seus conselhos.
Nem sempre conseguia, por ter pavio curto, mas tentava e ele sabia disto.
Ueze, passarei a vida inteira agradecendo o que você fez por mim. Saudades eternas. Chorar por Ueze Zahran é dar sentido e vazão a uma dor que não se controla. Mas é uma dor que se apascenta, não somente no conforto por saber o que ele representou, mas por ter a consciência de saber que ele será uma presença viva em cada instante de afirmação progressista da sociedade em que viveu. 
Um legado que não se cala, que não falece, que não se omite de tudo que pode ser possível na construção do bem. Ueze Zahran está aqui!  Ele deixa a esposa, Lucila, e os filhos, Márcia, Ana, Simone e Carlos Eduardo.
Que o Pai o receba de braços abertos e que ele se junte aos pioneiros do empreendedorismo do nosso País, que partiram antes dele...
Ficam a saudade e grandes lembranças.
Confira nas fotos da coluna, alguns bons momentos de Ueze Zahran, por Campo Grande.

Deixe seu Comentário

DENGUE