04 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Conquistas PMCG
PREVENÇÃO

Secretaria de Saúde inicia nesta terça-feira ações para o Dia Mundial de Luta Contra a Aids

O objetivo é levar informações essenciais para os servidores e tirar dúvidas sobre a doença e a prevenção

1 dezembro 2015 - 07h13Da redação
Divulgação
HVM

O Programa Estadual de DST/ AIDS e Hepatites Virais da Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul inicia nesta terça-feira (1º) as ações que celebram o Dia Mundial de Luta Contra Aids. Às 9h, no saguão da Secretaria de Estado de Saúde a gerente técnica do Programa Estadual de DST/AIDS da SES, Danielle Martins realizará a palestra “HIV e AIDS” para servidores . O objetivo é levar informações essenciais para os servidores e tirar dúvidas sobre a doença e a prevenção.

“A palestra abordará informações fundamentais para que as pessoas conheçam melhor a doença e possa se prevenir. O foco é sempre esclarecer dúvidas e falar da importância do tratamento imediato. Para isso, o Programa Estadual vem trabalhando para que o paciente tenha fácil acesso aos exames e também aos medicamentos. Este trabalho é ampliado através da parceria com os municípios com capacitação de profissionais, distribuição de informativos, medicamentos e testes rápidos”, disse Danielle.

A falta de informação vem sendo uma das principais barreiras para o tratamento efetivo da AIDS no âmbito nacional. De acordo com o Programa Estadual de DST/ AIDS, a falta de informações tem como consequência o tratamento tardio da doença. Em Mato Grosso do Sul, no ano de 2014, foram registrados 364 casos de AIDS, com os novos parâmetros de registro foram separados os casos de HIV positivo e de AIDS. Com isso, em 2015 foram registrados até novembro 312 casos de HIV positivo e 165 casos de AIDS.

A rede de assistência em Mato Grosso do Sul conta com 11 Unidades Dispensadoras de Medicamentos assim como 12 unidades com Serviço de Atendimento Especializado para o acompanhamento e tratamento de AIDS. O estado já conta em sua grade de medicamentos a Dose Fixa Combinada (DFC) que trás em um único comprimido, três medicamentos. Esta combinação faz parte do Protocolo Clinico de Tratamento de Adultos com HIV e AIDS do Ministério da Saúde, publicado em 2013.

O principal benefício está na redução do número de pacientes que não aderem ao tratamento. Com a oferta de três medicamentos em um único comprimido, tem-se um maior conforto posológico, a ingestão dos medicamentos fica facilitada, assim como a guarda e o transporte do medicamento, no cotidiano do paciente.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você vai fazer compras de Dia dos Pais neste ano?

Votar
Resultados
GAL COSTA
agecom - fullbanner
Cornavirus