04 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
SAÚDE

Saiba como fortalecer o sistema imunológico durante a pandemia

Quando há dificuldades em alcançar os níveis satisfatórios de cada nutriente através da alimentação, a dica é apelar para a suplementação.

8 julho 2020 - 14h54Da Redação
Em momentos de estresse, o ideal é tirar um tempo e focar em atividades tranquilas e prazerosas.
Em momentos de estresse, o ideal é tirar um tempo e focar em atividades tranquilas e prazerosas. - (Foto:Divulgação)
HVM

Saiba Mais

Tomar medidas para aumentar a imunidade do nosso corpo é algo sempre necessário. Mas, na pandemia, isso deve se tornar prioritário, já que um sistema imunológico fortalecido pode dificultar muito a contaminação pelo coronavírus. Conquistar a melhora na imunidade passa por vários fatores, desde alimentação e hábitos saudáveis, até tranquilidade emocional.

Rotina alimentar
Adicionar à dieta alimentos ricos nas vitaminas A, B, C, D e E, selênio, zinco e ferro, é uma das melhores formas de fortalecer a imunidade. Os mais recomendados são as frutas cítricas, os vegetais de cor verde-escura, alho, cebola, cogumelos, castanhas e gengibre. Além destes, há muitos outros alimentos, principalmente frutas, que ajudam a imunidade. Porém, não adianta comê-los esporadicamente e esperar uma melhora no sistema imunológico. É preciso adicioná-los à rotina alimentar permanentemente.

Quando há dificuldades em alcançar os níveis satisfatórios de cada nutriente através da alimentação, a dica é apelar para a suplementação. Os suplementos de ferro estão entre os mais fáceis de encontrar e que apresentam os melhores resultados. Porém, é importante consultar um profissional da saúde antes de começar a ingestão.

Hábitos cotidianos
Manter a qualidade do sono também ajuda muito a fortalecer o sistema imunológico. Além disso, é importante dormir entre 6 e 9 horas por dia. O número exato varia de pessoa para pessoa e está relacionado às demais atividades do cotidiano. Caso você esteja enfrentando problema, uma dica é abandonar os dispositivos eletrônicos logo antes de dormir, pois isso influencia muito a qualidade do sono.

Outros hábitos influenciam em nossa imunidade, como o consumo de cigarro e de bebidas alcoólicas. Muitos estão consumindo mais álcool durante o isolamento social, mas isso é altamente contraindicado. A Organização Mundial da Saúde chegou a recomendar que os governantes restringissem o acesso às bebidas, visando colaborar na saúde da população.

Os exercícios físicos também tem papel fundamental na manutenção da imunidade. Mesmo com dificuldades para praticar esportes sem sair de casa, é importante arranjar uma maneira de fazer atividades. Há muitos exercícios saudáveis que não exigem grandes espaços e equipamentos. 30 minutos de atividades por dia já são suficientes para que o sistema imunológico se mantenha forte.

Saúde mental
A saúde emocional afeta nosso sistema imunológico, tanto positivamente, quanto negativamente. Uma pessoa estressada e intranquila pode sentir uma queda na imunidade, ficando mais suscetível a doenças. Durante a pandemia, os problemas emocionais são comuns, mas devemos contorná-los para proteger nosso organismo.

Em momentos de estresse, o ideal é tirar um tempo e focar em atividades tranquilas e prazerosas. O contato social também ajuda a manter a saúde mental, consequentemente fortalecendo a imunidade. Por isso, mantenha contato com seus amigos e familiares através dos meios virtuais.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você vai fazer compras de Dia dos Pais neste ano?

Votar
Resultados
GAL COSTA
Cornavirus
agecom - fullbanner