11 de Dezembro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
ENERGISA - ATÉ O DIA 10.12
SAÚDE

Em pouco mais de um ano, nova administração do HRPP consolida resultados positivos

Em março deste ano foram inaugurados 10 leitos de UTI no Hospital, uma reivindicação antiga da população, já que antes, os casos mais graves tinham que ser encaminhados a outras cidades, como Dourados e Campo Grande.

8 Dezembro 2017 - 07h30

Há 15 meses, o Hospital Regional Dr. José de Simone Netto (Hospital Regional de Ponta Porã – HRPP) vem consolidando resultados positivos. A mudança aconteceu desde que a instituição passou a ser administrada pelo Instituto Gerir, organização social que está se notabilizando nacionalmente por levar para a rede pública o mesmo padrão encontrado nos melhores hospitais particulares do País. Ao todo, o Gerir administra 15 hospitais em sete estados: São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Maranhão e Bahia.

Em março deste ano foram inaugurados 10 leitos de UTI no Hospital, uma reivindicação antiga da população, já que antes, os casos mais graves tinham que ser encaminhados a outras cidades, como Dourados e Campo Grande. Desde então, 186 pacientes foram internados na UTI (de março até o dia 31 de outubro).

O produtor rural Antônio Simões da Silva, ficou internado 27 dias na UTI após fraturar treze costelas e sofrer três fraturas nas pernas por conta de uma árvore que caiu sobre ele, durante a derrubada de eucaliptos no assentamento Itamarati. “De todos os dias em que fiquei internado, tenho certeza que até quando estive inconsciente, fui muito bem tratado, pois eu sentia muito amor nas mãos de quem me cuidou na UTI do HRPP. Só tenho a agradecer a força que recebi de cada enfermeiro e médico, porque isso fez a diferença para que eu reagisse bem. Agradeço também a Deus porque os médicos dizem que foi um milagre. Parabenizo toda equipe do hospital, porque nós pacientes temos recebido saúde de qualidade em Ponta Porã”.

“Há 16 anos me mudei para o Rio de Janeiro e agora, com o acidente do meu irmão, tive de vir ajudar minha família a cuidar dele. Não esperava encontrar uma estrutura dessas em um hospital público e com tantas pessoas receptivas e educadas. Aqui eu percebi condições muito melhores na saúde do que vejo lá no Rio, principalmente com relação à UTI do Hospital, que é completa e o tratamento das pessoas com todos os pacientes”, afirmou a auxiliar de produção Alice Simões, irmã de um dos pacientes internados.

Foi realizada a reforma de toda a estrutura do HRPP, desde a recepção social/maternidade, passando pela lavanderia, cozinha, refeitório, lactário, corredores, duas enfermarias na maternidade, duas enfermarias na clínica médica e laboratório.

A recepção social foi separada do Pronto-Socorro e se tornou um local acolhedor, climatizado, com TV’s e assentos confortáveis, oferecendo comodidade aos pacientes e visitantes. Todo o hospital agora conta com climatização, tornando os dias e as noites mais tranquilas aos pacientes. O atendimento está mais humanizado. O Instituto Gerir, preocupado em qualificar a equipe, melhorar os processos e incentivar as práticas de educação permanente no HRPP, vem trabalhando juntamente com a direção e coordenadores de forma a elaborar a educação permanente para os colaboradores de todos os setores.

“Em nenhum momento eu senti medo, para mim foi um alívio. Eu sentia dores insuportáveis e hoje não sinto nenhuma dorzinha. Agradeço muito por não precisar ter sido transferido, porque aqui eu me sinto em casa, não tenho nada o que reclamar, todas as pessoas são excelentes profissionais, me trataram tão bem que nesse hospital eu me sinto em família”, contou o caminhoneiro Luiz Antônio Lima.

Foi montada uma clínica obstétrica equipada com aparelhos que auxiliam mães, equipe de enfermeiros obstetras e médicos desde a gestação até o parto. Agora os pacientes contam com serviço de hotelaria moderno, enxoval completo e devidamente esterilizado, e com camareiras apelidadas de “donas gentileza”. A manutenção de todos os setores passou a ser realizada 24 horas por dia e foram adquiridos novos materiais cirúrgicos e equipamentos para atender a demanda, e melhorar a qualidade do serviço oferecido, como as seladoras utilizadas na Central de Materiais Esterilizados, e os carrinhos de emergência disponíveis em cada uma das enfermarias do HRPP.

“Logo que meu marido precisou ser internado, em alguns momentos eu não pude acompanhá-lo, mas eu não me preocupei, porque ele me contou que estava sendo muito bem tratado por todos. Quando eu não estava era garantido um cuidado especial por parte de todos os enfermeiros. O tratamento das pessoas com a gente com certeza está diferente no HRPP. As meninas da limpeza são muito sorridentes o pessoal que nos traz as refeições também são sempre muito simpáticos”, destacou a dona de casa Ramona Luzia Ávalos.

É oferecida alimentação de qualidade para colaboradores e pacientes, com higiene e segurança alimentar em um refeitório totalmente reformado e ampliado. A equipe de limpeza realiza seu trabalho com eficiência, atuando sempre na prevenção epidemiológica, evitando infecções. Foram inúmeras as melhorias realizadas no HRPP após a gestão do Governo do Estado e Instituto Gerir, elogiadas inclusive com cartas entregues pelos pacientes aos colaboradores agradecendo o atendimento de qualidade que receberam.

Resultados que se traduzem em números positivos
Imagem relacionada

No período de agosto de 2015 a julho de 2016, antes da administração do Instituto Gerir, foram realizadas em média de 344 internações e 10.150 procedimentos por mês. Já após o Instituto Gerir assumir o HRPP, entre agosto de 2016 e julho de 2017, média subiu para 499 internações e 12.830 procedimentos mensais.

De agosto de 2016 a julho de 2017, a partir da administração do Instituto Gerir, foram realizadas 2.754 cirurgias, entre cirurgias gerais, ortopédicas e gineco-obstétricas, o que corresponde a 115 % a mais o número de cirurgias com relação ao período que o HRPP estava sob gestão municipal, tendo realizado, de agosto de 2015 a julho de 2016, 1.280 cirurgias.

Além disso, para atender a demanda reprimida, tão logo assumiu a gestão do HRPP, o Instituto Gerir, com o apoio do Governo do Estado e prefeituras da região sul do estado, organizou um mutirão denominado “Saúde Já”. Neste mutirão da saúde foram realizadas 223 cirurgias (cirurgia geral, laqueadura e oftalmológica) e 2630 procedimentos, entre eles tomografia, ultrassonografia, endoscopias, colonoscopias e consultas.

 

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O assunto mais comentado recentemente foi o discurso do deputado federal Tiririca que disse deixar a vida pública, mas que não renunciou ao mandato e permanece até final de 2018. O que você achou?

Votar
Resultados
BANNER SANESUL - INSTITUCIONAL - de 26.10 ate 31.10
CORTESIA 1 - SEGOV - PRÉ MATRICULA
CORTESIA - CAMARA MUNICIPAL CGR