21 de fevereiro de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
SAÚDE

Durante fiscalização em UPA, secretário de Saúde faz diagnóstico para melhorar atendimento

13 fevereiro 2019 - 18h31
O secretário Marcelo Vilela verificando as fichas para atendimento.
O secretário Marcelo Vilela verificando as fichas para atendimento.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, esteve na tarde desta quarta-feira (13) fiscalizando o atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Moreninha. Durante a visita, o secretário conversou com pacientes e servidores e fez um levantamento das necessidades da unidade.

A escala médica da UPA  estava completa com cinco clínicos fazendo o atendimento e o movimento na unidade estava tranquilo, sendo que até às 16h20 aproximadamente 12 pacientes estavam aguardando atendimento com tempo máximo de espera de 2h.

O secretário ouviu alguns pacientes e esclareceu que todas as medidas estão sendo tomadas para melhorar e dar mais celeridade no atendimento, com investimento na capacitação profissional e contratação de novos médicos.

Vilela percorreu os corredores e consultórios da unidade, conversou com servidores e fez o apontamento das necessidades.

Sala de situação 

Através da Sala de Situação de Monitoramento  implantada no ano passado na SESAU é possível ter um raio-x das unidades de urgência e emergência de Campo Grande (UPAs e CRSs). O acompanhamento é feito pela equipe da Coordenadoria de Urgência (CUR) diariamente, inclusive aos finais de semana.

O secretário explica que o objetivo desta Sala de Monitoramento é verificar como está o funcionamento nas unidades de atendimento que ficam abertas 24h por dia.

“Isso permite que a gente acha de maneira mais rápida. Além disso podemos avaliar a frequência dos profissionais escalados e a quantidade de pacientes para atendimento clínico e pediátrico”, diz.

O monitoramento inclui o balanço de atendimentos realizados, a quantidade de profissionais envolvidos e episódios que por algum motivo possam comprometer a qualidade do serviço prestado aos pacientes.

 

Camara Municipal
TJMS