19 de junho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNERS - LEILÃO NELORE JMP
COMBATE À ASMA

Dia Nacional de Combate à Asma alerta para os riscos da doença

Data chama atenção principalmente para o controle e tratamento correto da asma

14 junho 2018 - 10h40Da Redação
odo dia 21 de junho é marcado por uma onda de iniciativas para conscientização sobre a importância do combate à asma – doença sem cura, que pode ter crises leves, moderadas e graves de falta de fluxo de ar para o pulmão
odo dia 21 de junho é marcado por uma onda de iniciativas para conscientização sobre a importância do combate à asma – doença sem cura, que pode ter crises leves, moderadas e graves de falta de fluxo de ar para o pulmão - Divulgação

Todo dia 21 de junho é marcado por uma onda de iniciativas para conscientização sobre a importância do combate à asma – doença sem cura, que pode ter crises leves, moderadas e graves de falta de fluxo de ar para o pulmão.  Segundo a Associação Brasileira de Asmáticos de São Paulo (ABRA/SP), 25 em cada 100 pessoas têm asma no Brasil, que normalmente começa na infância, mas pode ter início tardio. Os principais vetores desencadeantes para crises da doença são genéticos e ambientais. Confira como preveni-los:

As alergias respiratórias são a causa mais frequente das crises asmáticas. Estima-se que 90% das manifestações alérgicas sejam causadas por hipersensibilidade a poeira e ácaros, pelos de animais, restos de insetos, mofos e pólens, o que torna imprescindível algumas mudanças no ambiente para tratamento e controle das crises. A doença também pode se manifestar por causa de gripes e resfriados, fumaças que irritem as vias aéreas, mudanças do tempo, exercícios físicos e fatores emocionais.

“A chave do controle da asma é a educação do paciente e seus familiares para que possam reconhecer a doença, tornando-se, assim parceiros efetivos do médico no seu tratamento. É imprescindível fazer um controle ambiental e utilizar medicamentos para asma para ter a sob controle. Hoje há disponível no mercado tratamentos com broncodilatadores muito eficientes. E se tratar é essencial, porque a cada crise o pulmão fica mais frágil e demora mais tempo para se recuperar. As pessoas em geral subestimam, mas asma é uma doença séria que pode levar a morte. De acordo com a Iniciativa Global Contra a Asma – Gina, 3 brasileiros morrem por dia devido à asma, mas com tratamento correto os pacientes podem desfrutar de uma vida bem perto da normalidade, explica a Médica e Vice-Presidente da Associação Brasileira de Asmáticos – SP, Dra. Zuleid Dantas Linhares Mattar.

A associação realizará durante o mês de junho e julho, um live e eventos educativos para esclarecer as principais dúvidas sobre asma. Veja a programação:

“Live ABRASP”: dia 21 de junho, em comemoração à data, a ABRASP realizará uma transmissão ao vivo em sua página proprietária no Facebook, às 18h00 . Os temas abordados serão asma grave e asma, com a presença das doutoras Zuleid Mattar e Marisa Augusta Trinca.

ALMS CORTESIA
TJ MS