07 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
PREVENÇÕA CON TRA HIV/Aids

Campanha de prevenção de HIV/Aids começa com panfletagem no interior nesta terça-feira (01)

Também serão distribuídos preservativos e haverá orientação sobre a doença.

30 novembro 2015 - 17h44Da redação, com informações da assessoria
Se você passou por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido ou compartilhado seringas, faça o exame!
Se você passou por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido ou compartilhado seringas, faça o exame! - Divulgação
HVM

Em Coxim, a Campanha de prevenção contra a AIDS começa com panfletagem na terça-feira (1º) na Avenida Virginia Ferreira a partir das 8 horas. Também serão distribuídos preservativos e haverá orientação sobre a doença.

Segundo a coordenadora do Serviço de Atendimento Especializado, Ana Graciela, as atividades continuam na quarta-feira (02) no SAE, das 15 às 19 horas. “Vamos realizar a testagem rápida do HIV. Haverá entrega de brindes para as primeiras 250 pessoas que vierem fazer os teste e aguardar o resultado. Elas receberão kit com material informativo, preservativo e um brinde com logo da campanha. Esse horário estendido até às 19 horas é para que as pessoas que estiverem atarefadas até às 17 horas consigam participar. Haverá orientações de Prevenção! Participem”.

Coxim é o município de referência da região norte no acompanhamento de doenças infectocontagiosas. Atendemos pacientes das cidades de Rio Verde, Pedro Gomes, Sonora e Alcinópolis, bem como é o centro de distribuição dos medicamentos antirretrovirais nesta região.

De acordo com o prefeito Aluizio São José a expectativa é que a população participe, pois a prevenção é o melhor remédio. “Não fique na dúvida, faça a testagem rápida e previna-se!”

Histórico
O dia 1º de Dezembro foi transformado no Dia Mundial de Combate a AIDS, por uma decisão da Assembleia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas – ONU. A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/AIDS. No Brasil, a data passou a ser adotada, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde.

Segundo o Ministério da Saúde HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da AIDS ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. Ter o HIV não é a mesma coisa que ter a AIDS. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença.

Mas, podem transmitir o vírus a outros pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações.

Saber do contágio pelo HIV precocemente aumenta a expectativa de vida do soropositivo. Quem busca tratamento especializado no tempo certo e segue as recomendações do médico ganha em qualidade de vida.

Além disso, as mães soropositivas têm 99% de chance de terem filhos sem o HIV se seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto. Por isso, se você passou por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido ou compartilhado seringas, faça o exame!

A infecção pelo HIV pode ser detectada com, pelo menos, 30 dias a contar da situação de risco. Isso porque o exame (o laboratorial ou o teste rápido) busca por anticorpos contra o HIV no sangue. Esse período é chamado de janela imunológica.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você vai fazer compras de Dia dos Pais neste ano?

Votar
Resultados
GAL COSTA
agecom - fullbanner
Cornavirus