16 de Janeiro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Banner Educação
SAÚDE

ACCGD luta para manter apoio aos pacientes com câncer

A instituição, que oferece serviços de assistência a pacientes com câncer de Dourados e macro-região, solicita apoio popular para manter serviços

13 Janeiro 2018 - 10h21Da Redação com assessoria
Campanha da Associação de Combate ao Câncer da Grande Dourados
Campanha da Associação de Combate ao Câncer da Grande Dourados - Divulgação

A Associação de Combate ao Câncer da Grande Dourados (ACCGD) vem enfrentando dificuldades para manter o serviço de assistência gratuita aos pacientes com câncer de Dourados e da macrorregião que abrange mais de 30 municípios. Com a queda na arrecadação, a instituição filantrópica está em busca do apoio popular para não precisar interromper os serviços. 

Atualmente, a ACCGD conta com um corpo de funcionários com cerca de  20 trabalhadores remunerados e a diretoria que serve à instituição voluntariamente. Com a crise, os funcionários estão com salários atrasados há três meses. 

Segundo o presidente da instituição, o jornalista Hédio Fazan, no final do ano a prioridade foi proporcionar o décimo terceiro. "Estamos resistindo à situação, pois sabemos que para o paciente que chega aqui sem esperança, temos sido a luz no fim do túnel" disse. 

Segundo Fazan, a ACCGD oferece materiais como cadeiras de rodas, cadeiras de banho, fraldas geriátricas, cestas básicas, materiais cirúrgicos, que muitas vezes são de alto custo, medicamentos, acompanhamento até o hospital, locomoção, viagens para outras cidades e estados. 

A coordenadora Cida Palmeiras disse que muitas vezes chegou a chorar com pacientes, pois diante da situação enfrentada, "dar a eles a notícia que não será possível ajudá-lo é impossível para nós". 

Com risco iminente de interromper as ações fornecidas voluntariamente, a ACCGD convida população e poder público para contribuir e permitir que a Associação continue oferecendo assistência aos pacientes com câncer. 

"Nós sabemos da situação que vive o povo do nosso País, mas também entendemos que com a ajuda de todos podemos garantir suporte àqueles que estão em estado de vulnerabilidade como se encontram os pacientes oncológicos. Esperamos poder contar com todos" finalizou Hédio. 

Para contribuir com a ACCGD, basta depositar qualquer quantia no Banco do Brasil, agência 3153-1 na conta corrente 15000-2. Além de dinheiro, a população pode ajudar com alimentos, vale-combustível para van hospitalar, cabelo para perucas, medicamentos, e outros. 

Quem desejar conhecer a associação basta ir até a Rua Cuiabá, 2103, ou contato através do telefone (67) 3427-4124.