20 de setembro de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
andorinha2
AGÊNCIA DE NOTÍCIAS

Tragédias: negligências e falta de prevenção preocupam deputados estaduais

13 fevereiro 2019 - 12h21Fernanda Kintschner
Deputados cobraram mais fiscalização do poder público
Deputados cobraram mais fiscalização do poder público

O deputado estadual Marçal Filho (PSDB) ocupou a tribuna durante sessão desta quarta-feira (13) para criticar a negligência de governos e empresas nas fiscalizações e prevenções, que culminaram nas inúmeras tragédias vistas pelo Brasil nos últimos meses com a barragem em Brumadinho, os alagamentos no Rio de Janeiro e o incêndio nas instalações do Flamengo.

“Muitos estão desabrigados. Há pouco caso sobre tudo o que vem acontecendo, mas isso é para chamar a atenção para que não aconteça mais. Precisamos sensibilizar. Não adianta indenizar depois, não importa se são uma ou 200 mortes, temos é que preservar a vida, agir antes. Como deputados, somos a voz do povo e vamos falar e cobrar sempre”, ressaltou.

Para o deputado Professor Rinaldo (PSDB) é preciso responsabilidade. “Já dizia o velho ditado, é melhor prevenir do que remediar. Vi as pessoas falando força Flamengo, mas poxa, é força às famílias. Até quando vamos aceitar essas catástrofes?”, questionou. Lidio Lopes (PATRI) concordou. “Não bastou a Boate Kiss, brasileiro tem mania de chorar o leite derramado. O helicóptero do acidente do jornalista Ricardo Boechat iria passar por revisão, mas só depois do acidente, sendo que deveria ser antes de voar”, completou.

Os deputados também comentaram que a situação se repete na saúde pública. Neno Razuk (PTB) afirmou que em Dourados faltaram repasses do Ministério da Saúde e a implementação do Hospital Regional não teve andamento, para dar conta da demanda. “Muitos pacientes da região procuram Dourados para obter atentimento. Ponta Porã está com o aparelho de tomografia quebrado e por isso mais pessoas migram em busca dos exames. É preciso rever a situação como um todo”, ressaltou o deputado que, assim como Marçal, comentou sobre a Saúde em Dourados na sessão de ontem – reveja aqui.

TJMS