22 de maio de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNER TCE - Sistema E- Contas (21 a 25/05)
REVITALIZAÇÃO

Senador Pedro Chaves comemora lançamento do Reviva Centro

Projeto que prevê a requalificação central de Campo Grande foi lançado nesta terça-feira (15) com o apoio do senador Pedro Chaves (PSC)

15 maio 2018 - 10h10Da Redação
Elaborado há 9 anos, o programa Reviva Centro ficou travado no BID por causa das trocas de comando da prefeitura municipal
Elaborado há 9 anos, o programa Reviva Centro ficou travado no BID por causa das trocas de comando da prefeitura municipal - Divulgação

O senador Pedro Chaves (PSC) ressaltou nesta terça-feira -feira (15) seu apoio para liberação do empréstimo no BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), de US$ 56 milhões para o projeto Reviva Centro de Campo Grande. Ele falou sobre o projeto ao Jornal A Crítica. “A renovação da região central da Capital estava travada há anos e eu pessoalmente fui buscar para dar andamento. Com isso, a prefeitura vai ter aproximadamente R$ 190 milhões para revigorar a região".

Elaborado há 9 anos, o programa Reviva Centro ficou travado no BID por causa das trocas de comando da prefeitura municipal e, também, devido às várias exigências feitas pelo governo federal para a liberação do empréstimo.


Senador Pedro Chaves e o prefeito Marquinhos Trad

Porém, assim que tomou posse no Senado há dois anos, Pedro Chaves assumiu como missão o destravamento do processo. Ele atuou em Brasília para que o projeto voltasse a tramitar em diferentes ministérios. Depois, incluiu a proposta na pauta de votações da CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado e conseguiu aprová-lo. 

PROGRAMA REVIVA CAMPO GRANDE VAI TRANSFORMAR A REGIÃO CENTRAL DA CAPITAL

"Finalmente depois de muito trabalho para liberar o empréstimo, poderemos comemorar hoje o início desse projeto. Vamos revitalizar a região central da Cidade Morena, criando ambientes de convivência, áreas de lazer para adultos e crianças, promovendo atividades culturais, restaurando fachadas, reordenando o trânsito, construindo moradias, enfim, dando vida nova a um lugar que o campo-grandense sempre amou”, declarou.

O projeto

Além da 14 de Julho, o Programa Reviva Campo Grande prevê intervenções em várias vias do Centro da cidade, adjacentes à Rua 14 de Julho, inseridas no quadrilátero que compreende as ruas Calógeras, Padre João Crippa, Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso. Todas receberão melhoria na infraestrutura, acessibilidade dos passeios públicos, arborização, iluminação e sinalização.IMG-20180515-WA0027

O secretário municipal de governo Antônio Cézar Lacerda frisou que o local será um verdadeiro shopping center a céu aberto.

“Nós começamos com essa obra a partir da Fernando Correa da Costa, vamos até a Mato Grosso, um trecho entre a Avenida Afonso Pena e Candido Mariano. Neste trecho as calçadas serão bem mais alargadas para passeios de pedestres nesse espaço. Com toda fiação, desde a Fernando Correa até a Avenida Mato Grosso, embutida. A Rua 14 de Julho expressará uma beleza com característica de primeiro mundo”, disse.

Durante as obras, que devem durar 20 meses, as lojas do comércio não vão fechar. A programação prevê que cada quadra ficará dois meses em obras. A coordenação do Programa está estudando, junto à Agetran, uma nova rota para os coletivos, que hoje circulam na Rua 14 de Julho, causando o mínimo de impacto possível no cotidiano dos usuários.

cerca de 350 mil pessoas circulam pelo centro diariamente de acordo com o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, João Carlos Polidoro, por isso o planejamento entre empresário e poder público é tão importante.

“Se não fizermos um planejamento a loja sucumbe. É muito importante o planejamento e uma aproximação com a execução da obra para que todos os problemas sejam solucionados da maneira mais rápida e menos impactante possível, porque no futuro vamos ter ganho, mas agora teremos que nos sacrificar um pouco”, disse.

A revitalização fará com que a região se torne mais atrativa para novos investidores, residentes e comerciantes, além de resgatar a cultura, preservação do patrimônio e o respeito com a história local.

As obras visam valorizar a história da região central, reverter o processo de degradação patrimonial e o esvaziamento populacional, recuperando sua atratividade econômica, cultural e social, proporcionando aos campo-grandenses uma região mais confortável, segura e integrada às demais regiões da cidade.

O projeto da Requalificação da Rua 14 de Julho compreende uma intervenção urbana com extensão de 1.400 metros lineares em área central, que promoverá a redução de uma faixa de rolamento, ampliando as calçadas, conversão das redes aéreas para subterrâneas e a implantação de paisagismo no passeio público.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

A PM que rendeu um bandido e evitou que ele ferisse crianças e mães à saída de uma escola em Suzano, interior de SP, foi homenageada pelo governador de SP. Você concorda com a homenagem?

Votar
Resultados
GOVERNO GESTAO
MUDOU O JEITO - SEGOV - SAUDE
TJ MS