17 de Dezembro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TRANSPARENCIA SEGOV - 13.12 ATÉ 21.12
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Reunião na prefeitura visa o fortalecimento da economia de Campo Grande

O Jaime Verruck e o Luiz Fernando devem estar alinhados para que possamos implementar o desenvolvimento econômico do Estado com novas frentes de trabalhos e empregos”, diz Lacerda.

7 Dezembro 2017 - 07h35
“Desta reunião destaco a situação da agricultura familiar e a malha ferroviária de MS, no qual está operando com baixo nível de serviço. Queremos melhorar esta malha para voltar a ser competitiva. Campo Grande tem que estar preparada por ter o terminal in
“Desta reunião destaco a situação da agricultura familiar e a malha ferroviária de MS, no qual está operando com baixo nível de serviço. Queremos melhorar esta malha para voltar a ser competitiva. Campo Grande tem que estar preparada por ter o terminal in - Assessoria / SEMADE

Na tarde de quarta-feira, no gabinete do secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, Antônio Lacerda, foi realiza uma reunião a pedido do secretário Luiz Fernando Buainain, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia – Sedesc, com o secretário da Semagro – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, para debater uma pauta de reivindicações voltadas para fortalecimento da economia de Campo Grande.

Durante a reunião foi apresentado reivindicação para liberação de recursos do FAI – Fundo de Apoio à Industrialização para melhoria da infraestrutura (rede de água, esgoto e pavimentação) do Pólo Empresarial Oeste em Campo Grande. O encontro entre os secretários debateu também os aspectos de melhorias necessárias na rodovia BR 262, ligação Campo Grande/Três Lagoas e a possibilidade concreta de implantação da ferrovia ligando portos no Atlântico (em Santos) e no Pacífico (no Peru), passando por Corumbá.

Para o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Jaime Verruk é importante a alinhar a Prefeitura da Capital com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul no que diz respeito ao desenvolvimento, principalmente no que diz respeito à logística e a Infraestrutura.

“Desta reunião destaco a situação da agricultura familiar e a malha ferroviária de MS, no qual está operando com baixo nível de serviço. Queremos melhorar esta malha para voltar a ser competitiva. Campo Grande tem que estar preparada por ter o terminal intermodal que é fundamental para a logística das cargas”, frisa Verruk.

Jaime Verruck confirmou presença do governo do Estado na inauguração do escritório da Sedesc/parceria com Agraer, em Anhandui no próximo sábado às 9h00. Prefeito Marquinhos Trad também estará presente.

O Secretário Municipal de Governo e Relações Institucionais, Antonio Lacerda considerou os temas da reunião fundamental para o desenvolvimento de Campo Grande.

“Esta parceria com o governo do estado é importante para o desenvolvimento da Capital. As demandas são da Secretaria de Desenvolvimento do município e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Desenvolvimento, de Produção do Estado. O Jaime Verruck e o Luiz Fernando devem estar alinhados para que possamos implementar o desenvolvimento econômico do Estado com novas frentes de trabalhos e empregos”, diz Lacerda.

A pauta do encontro foi produzida a partir de necessidades levantadas pela equipe de técnicos da Sedesc visando a viabilização de recursos junto ao governo do Estado. São reivindicações significativas para o desenvolvimento integrado de Campo Grande, com reflexos positivos em outras regiões de MS.

“Apresentamos ao secretário Jaime Verruck nesse encontro viabilizado pelo secretário Antônio Lacerda tem um peso significativo para ampliação do trabalho que a Sedesc desenvolve na busca pelo cumprimento das propostas do prefeito Marquinhos Trad. São reivindicações que podem impactar o desenvolvimento de Campo Grande e, por extensão, Mato Grosso do Sul”, diz Luiz Fernando.

Além da cedência de duas patrulhas mecanizadas para serem utilizadas no apoio à agricultura familiar, a Sedesc apresentou ao secretário da Semagro pedido de apoio para viabilizar a inserção de Campo Grande na disputa pela instalação de unidade de produção de matrizes suínas da Cooper Alfa, cooperativa localizada em Chapecó, no oeste de Santa Catarina. Outras cidades do Estado estão nessa disputa.

“Vamos a Chapecó para um contato pessoal com o presidente da Cooper Alfa na tentativa de sensibilizar a diretoria da Cooperativa catarinense com informações a respeito das potencialidades do nosso Município e dos benefícios que a Prefeitura poderá oferecer”, afirmou o secretário Luiz Fernando Buainain.

“Com essa ferrovia e a implantação certa da Rota Bioceânica, Campo Grande poderá se transformar num importante centro de logística”, concluiu o secretário da Sedesc.

SEGOV DETRAN/DESAFINADOS - 08.12 ATÉ 14.12 - PI 319 ORIGEM
BANNER DENGUE - MOSQUITO - CORTESIA