04 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
EXPECTATIVAS

Líderes partidários comentam avanços e expectativas econômicas para 2020

A reforma da Previdência foi um assunto bastante debatido no Plenário da Assembleia Legislativa de MS

27 dezembro 2019 - 14h00Heloíse Gimenes
A economia esteve durante o ano de 2019 sob a expectativa da reforma da Previdência
A economia esteve durante o ano de 2019 sob a expectativa da reforma da Previdência - Foto: ALMS
HVM

A economia esteve durante o ano de 2019 sob a expectativa da reforma da Previdência. Como as novas normas para aposentadoria do Regime Geral (setor privado) e de servidores públicos, aprovadas pelo Congresso Nacional, não valem para o funcionalismo público estadual, o Governo de Mato Grosso do Sul se apressou em buscar aprovar junto ao Legislativo Estadual as mudanças próprias nas regras do sistema de pensão e aposentadorias. Esse foi um dos assuntos que dominaram as discussões no cenário político regional e contaram com a intensa atuação dos líderes partidários na Casa de Leis. 

Deputado Gerson Claro, vice-líder do Bloco Parlamentar G-10

Após debates no Plenário e análises das Comissões, a reforma foi aprovada pela Assembleia Legislativa. Para os líderes partidários, a medida deve contribuir para a recuperação da atividade econômica no Estado. “Os recursos obtidos com as contribuições previdenciárias dos servidores e a contrapartida patronal, bem como os provenientes da compensação previdenciária com o Regime Geral de Previdência Social, não são suficientes para financiar os benefícios a serem pagos, gerando déficit crescente que, em curto prazo, se tornaria insustentável”, destacou o vice-líder do Bloco Parlamentar G-10 (PSD, Solidariedade, PP, PTB, Republicanos, PSL e PL), deputado Gerson Claro (PP).

Segundo o deputado, os reflexos positivos da reforma previdenciária serão percebidos pela atual e futuras gerações. “No final das contas, a aprovação diretamente incrementará a capacidade de investimento do Governo do Estado nas áreas de Saúde, Educação e Segurança Pública, melhorando, com isso, as condições de vida de todos os cidadãos sul-matogrossenses”, disse Claro.

Deputado Marcio Fernandes, líder do Bloco Parlamentar G-9

Para o líder do Bloco Parlamentar G-9 (MDB, DEM, PT, PDT, PATRI), deputado Marcio Fernandes (MDB), a insustentabilidade do sistema previdenciário restringiu a economia. “Com a aprovação da reforma, visualizamos uma melhora na confiança dos agentes econômicos. Acreditamos que deverá impactar positivamente nas decisões de investimentos e na expectativa de investidores”, afirmou. Veja aqui o que muda na aposentadoria com as novas regras.

Ao longo de 2019, a Assembleia Legislativa também foi palco de outros importantes debates, entre eles o alto valor da energia elétrica. Os 24 parlamentares decidiram criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para explicar aos consumidores sul-matogrossenses os sucessivos reajustes na conta de energia, praticados pela empresa Energisa. Outro assunto bastante discutido foi a concessão da rodovia BR-163, sob a responsabilidade da CCR MS Via. 

Deputado Barbosinha é o líder do governo na Assembleia Legislativa

"Foi um ano de muito trabalho. Tivemos embates importantes e reformas estruturantes. Estamos encerrando 2019 com encaminhamentos significativos, como da CR MS Via. A audiência pública realizada pela Casa de Leis contribuiu para uma tomada de decisão pela ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres]. Mas a luta continua, queremos uma posição do Governo Federal acerca da duplicação da BR-163. Se permanece a CCR, que retome os investimentos, ou então que se faça um novo processo de licitação para concessão à outra empresa. O que não se admite é a população pagar integralmente o valor do pedágio sem receber a contrapartida dos benefícios que foram prometidos”, disse o líder do governo, deputado estadual Barbosinha (DEM).

Barbosinha referiu-se à determinação da ANTT para redução do pedágio, no entanto, a Justiça acatou recurso da CCR MS Via, que alegou prejuízos com a diminuição das tarifas. O parlamentar comentou também os desafios na liderança do governo. “Nosso papel é construir ponte entre o Executivo e o Legislativo, como também encaminhar ações em benefício da população. Muitas das situações que chegam à Assembleia resolvidas são frutos do posicionamento do líder, levando o pensamento da maioria dos deputados”, acrescentou.

Deputado Professor Rinaldo, líder do PSDB

Professor Rinaldo, líder do PSDB, confia no cenário otimista para 2020. “Encerra-se um ano difícil, marcado pela recuperação lenta da atividade econômica. Acreditamos que o cenário para 2020, nacional e estadual, será de crescimento da economia e de geração de empregos. Tivemos um ano intenso, com várias frentes, ações, audiências públicas, requerimentos e projetos. O Poder Legislativo assumiu seu papel de estar aberto ao debate e buscando alternativas para o Mato Grosso do Sul”, argumentou.

Reabertura dos trabalhos

Os trabalhos na Assembleia serão reabertos no dia 4 de fevereiro, com a solenidade de abertura da 2ª Sessão Legislativa da 11ª Legislatura. Às 8h45, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) deverá passar em revista à tropa formada pela Polícia Militar, na rampa de acesso ao Palácio Guaicurus.

Na sequência, haverá o hasteamento das bandeiras do Brasil, Mato Grosso do Sul e Campo Grande. A partir das 9h, no Plenário Deputado Júlio Maia, Reinaldo Azambuja apresentará a mensagem do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, conforme prevê o artigo 89, inciso XI, da Constituição Estadual.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você vai fazer compras de Dia dos Pais neste ano?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)
Cornavirus
agecom - fullbanner