22 de setembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
HVM - INCORPORACOES
POLÍTICA

Janot sobre Aécio: discurso vazio que tentava invalidar tudo virou sal na água

17 abril 2018 - 16h54

Após a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) transformar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) em réu, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot afirmou por uma rede social que o julgamento reconhece a ação da Procuradoria-Geral da República no âmbito das delações da JBS e invalida o que chamou de "discurso vazio" que tentava anular as provas obtidas com a delação.

"O discurso vazio que tentava invalidar tudo isso virou sal na água", escreveu Janot, no Twitter.

Rodrigo Janot foi o autor da denúncia contra o senador mineiro por corrupção passiva e obstrução de Justiça. A defesa de Aécio tentava invalidar as provas obtidas na ação controlada que originou a investigação, apontando "graves irregularidades" no processo, como a participação do procurador Marcelo Miller na negociação das colaborações premiadas dos executivos da J&F.

Para Janot, o julgamento confirmou que "provas obtidas por ação controlada foram validadas". Ele comentou ainda que Miller "agiu por conta própria", e não em nome da PGR, e que isso foi reconhecido pelos ministros. "Reconhecida a validade das gravações feitas de conversas nada republicanas com autoridades da República", completou em sua publicação.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
SOLURB
tj ms agosto