20 de junho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
banner TCE. Sustentabilidade dias 21, 22, 25, 26 e 27/06 conforme pi 1808/2018
NO PLENÁRIO DA ALMS

Deputado Amarildo Cruz pede isenção de ITCMD para Quilombo Águas do Miranda

"Estamos pedindo ao governador que isente essa comunidade de pagar esse imposto, calculado em cerca de R$ 100 mil, um valor que para eles é impossível pagar", disse

13 março 2018 - 12h53Da Redação com assessoria
O parlamentar explicou ainda que somente com o pagamento ou a isenção do imposto pode-se efetivar a regularização da escritura
O parlamentar explicou ainda que somente com o pagamento ou a isenção do imposto pode-se efetivar a regularização da escritura - Divulgação

Na sessão ordinária desta terça-feira (13), o deputado estadual Amarildo Cruz (PT) solicitou ao Governador do Estado, Reinaldo Azambuja e ao Secretário de Estado de Fazenda, Guaraci Luiz Fontana, a elaboração de Projeto de Lei que conceda isenção do Imposto sobre Transmissão "Causa Mortis" e Doação (ITCMD) à Associação Negra Quilombola Ribeirinha Águas do Miranda, do município de Bonito.

Após muitos anos de luta, o município de Bonito doou a área remanescente do quilombo para a associação e a isentou do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). No entanto, o ITCMD, que é de competência do governo estadual continua em débito.

"Estamos pedindo ao governador que isente essa comunidade de pagar esse imposto, calculado em cerca de R$ 100 mil, um valor que para eles é impossível pagar, visto são famílias extremamente carentes, que vivem em situação de vulnerabilidade", explicou o deputado.

O parlamentar explicou ainda que somente com o pagamento ou a isenção do imposto pode-se efetivar a regularização da escritura. "A isenção do ITCMD é vital para regularização fundiária da área e para que essas famílias possam ter tranquilidade de viver, trabalhar e produzir na área que já pertencia ao Quilombo. Nada mais justo que o Estado entenda a vulnerabilidade da situação", conclui o deputado Amarildo Cruz.

TJ MS
ALMS CORTESIA