11 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Banner Senar MS - Paisagens Rurais (10/08 a 20/08)
IPVA 2016

Boletos preto e branco do IPVA são verdadeiros

O governo do estado esclarece aos contribuintes que os boletos do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2016 que estão chegando às residências essa semana são verdadeiros.

5 dezembro 2015 - 07h00DA REDAÇÃO
Os documentos estão sendo emitidos em preto e branco como medida de contenção de despesas.
Os documentos estão sendo emitidos em preto e branco como medida de contenção de despesas. - Divulgação
FAMASUL - SENAR

Após vários boatos nas redes sociais sobre duvida dos contribuintes, se os boletos entregues em sua residência seriam verdadeiros por serem de cor preto e branco, o governo do estado publicou um comunicado.

De acordo com o Superintendente da Gestão da Informação, Alessandro Menezes, os documentos estão sendo emitidos em preto e branco como medida de contenção de despesas. Menezes ressalta que os carnês começaram a chegar na última segunda-feira (30) as residências dos proprietários, uma vez que a operação de entrega teve início na semana passada.

A Sefaz informa ainda que, em caso de dúvidas, os contribuintes podem entrar em contato com o help desk da SGI pelo telefone (67) 3318-3600 no horário comercial e/ou se dirigirem as Agências Fazendárias (Agenfas) nos municípios. Também, a partir deste sábado (5), será disponibilizado um link na página da Secretaria de Fazenda na internet para emissão de segunda via dos boletos que pode ser acessado pelo endereço eletrônico www.sefaz.ms.gov.br .

O formulário continua sendo emitido em formato único, independente da opção do contribuinte de pagar à vista ou em até cinco vezes. A intenção do Governo do Estado é simplificar o processo e facilitar o entendimento do valor por parte do proprietário de veículo automotor.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor do lockdown em Campo Grande?

Votar
Resultados
OAB
agecom - fullbanner
Cornavirus