15 de dezembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNER TCE - E-Extrator PI 3492/2018 (13/12 até 17/12)
POLÍTICA

Após visita, senadores falam em preocupação com 'isolamento' de Lula

17 abril 2018 - 16h03

Após visitarem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o petista está preso, parlamentares da Comissão de Direitos Humanos do Senado afirmaram que as condições da cela são razoáveis, mas que Lula está submetido a um "isolamento" e precisa da visita de amigos, o que deve ser objeto de um pedido da comissão no relatório da vistoria.

"As condições são razoáveis, mas ele está isolado. O recado dele é que está menos preocupado com ele e mais preocupado em restabelecer a democracia no País", disse a senadora Regina Souza/PT-PI, que preside a comissão. O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) declarou que Lula está em uma "solitária".

Já o senador João Capiberibe (PSB-AP) afirmou que fará um relatório sobre a vistoria e que mais visitas a Lula precisam ser autorizadas, além de advogados. "Lula tem 72 anos, é um homem interativo, passava os dias conversando, discutindo e trabalhando e hoje está muito isolado", disse o parlamentar. "Isso é uma grande preocupação da comissão, ele precisa ter diálogo com mais pessoas."

De acordo com Capiberibe, Lula está "tranquilo", mas continua "indignado" com informações que chegam à população sobre sua situação. "Ele acredita na democracia e na Justiça, essa é a informação que mais nos surpreende."

Nesta terça-feira, 11 senadores puderem entrar no local onde o petista está preso. Os senadores relataram que visitaram os locais onde estão outros presos na sede da PF e que as condições são adequadas. Após a vistoria, o grupo seguiu para o local onde manifestantes favoráveis ao petista se reúnem.

'Animado'

Mais cedo, o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão visitou o petista e afirmou que o ex-presidente "está bem e se sentindo muito animado". Segundo Aragão, Lula não apresenta quadro de depressão e está sendo bem tratado pelos agentes que são responsáveis pela cela onde está preso. "Daquele jeito brincalhão, já cativou todo mundo, brinca com os guardas, com todo mundo", disse o ex-ministro.

Eugênio Aragão afirmou ainda que o grupo de advogados que defende o ex-presidente está avaliando pedir a transferência de Lula para outro local, se o petista continuar preso por mais tempo. Em um vídeo gravado para a página de Lula no Facebook, Aragão disse que, além de estar bem, Lula continua "indignado" com sua situação jurídica e pede que a "resistência" de seus apoiadores continue.

Furto

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, relatou em entrevista coletiva que objetos pessoais de Lula - entre eles um talão de cheques e o passaporte do ex-presidente - foram furtados de um carro no centro da capital paranaense. Ela afirmou que o veículo era da assessoria de Lula e que uma denúncia já foi registrada na Polícia Civil para apurar a ocorrência.

Os objetos, segundo Gleisi, foram trazidos da residência e do escritório do ex-presidente. No carro também estavam uma pasta com documentos, roupas pessoais e de cama que seriam destinadas a Lula, de acordo com a presidente da legenda.

Rubeola
TJMS – Campanha do TJMS – SEMANA NACIONAL DA RECONCILIAÇÃO