21 de março de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanhas Institucionais -  Banner - Educação Volta as Aulas
PRISÃO

Polícia Civil descobre quadrilha que tinha tutorial de como estourar caixas eletrônicos e desativar alarmes em MS

De acordo com as investigações, o tutorial era feito de dentro do Presídio de Segurança Máxima Jair Ferreira de Carvalho, localizado no complexo penitenciário do Jardim Noroeste

15 março 2019 - 09h02Da redação com assessoria
Ao todo, oito criminosos foram apresentados pela Especializada e encontram-se presos na sede do GARRAS.
Ao todo, oito criminosos foram apresentados pela Especializada e encontram-se presos na sede do GARRAS. - Fotos: Valmir Dias

A Polícia Civil o Mato Grosso do Sul, através da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos à Bancos, Assaltos e Sequestros – GARRAS apresentou na tarde desta quinta-feira (14), os membros de uma organização criminosa e especialista em furtar alarmes de agências bancárias.

De acordo com as investigações, o tutorial era feito de dentro do Presídio de Segurança Máxima Jair Ferreira de Carvalho, localizado no complexo penitenciário do Jardim Noroeste. Também houve mandado de prisão em Chapadão do Sul.

Assista o vídeo onde os delegados Dr. Fábio Peró – Titular do Garras e Dr. João Paulo Sartori – delegado adjunto, explicam de que forma a quadrilha agia.

Segundo os Delegados responsáveis pela “Operação Phantom”, os resultados apresentados, são frutos de uma investigação de aproximadamente 5 meses, que apontavam que os números de roubos e furtos a instituições financeiras, pularam de 8 casos em 2015 para 30 em 2018.

Ao todo, oito criminosos foram apresentados pela Especializada e encontram-se presos na sede do GARRAS. Outros membros da quadrilha já comprem pena em diversos presídios do Estado.

DENGUE
Camara.ms