18 de Janeiro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Banner Educação
FIM DE ANO

No Rio, rodovias federais registram seis mortes no final de semana do Natal

O balanço abrange os dias 22 a 25 de dezembro e informa que 88 pessoas se feriram nessas ocorrências

26 Dezembro 2017 - 09h25Da redação com assessoria
O balanço da Polícia Rodoviária Federal informa ainda que foram emitidos 1.634 autos de infração entre sexta-feira e segunda.
O balanço da Polícia Rodoviária Federal informa ainda que foram emitidos 1.634 autos de infração entre sexta-feira e segunda. - Divulgação

Nove pessoas morreram nas estradas federais do Rio de Janeiro no fim de semana do Natal, divulgou na manhã de hoje (26) a Polícia Rodoviária Federal, que registrou um total de 81 acidentes. O balanço abrange os dias 22 a 25 de dezembro e informa que 88 pessoas se feriram nessas ocorrências.

Os acidentes com vítimas fatais ocorreram em três dias diferentes. No dia 23, um motorista morreu em uma colisão na BR-116, na altura de Magé, na Baixada Fluminense. No dia 24, o choque entre dois veículos em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, matou uma criança de três anos e um adulto de 50, além de ferir gravemente duas pessoas.

Já na noite do dia 25 ocorreu o acidente mais grave. Dois veículos colidiram na BR-393, em Paraíba do Sul, no Centro-Sul Fluminense, e três pessoas morreram no momento do acidente. Seis feridos foram levados em estado grave para a Santa Casa de Três Rios.

Menos pessoas morreram no Natal de 2017 do que no de 2016, quando nove pessoas morreram entre os dias 22 e 25 de dezembro. Entretanto, foram registrados mais acidentes e mais feridos, já que no ano passado 75 ocorrências deixaram 84 feridos nas estradas federais do Rio.

Infrações

O balanço da Polícia Rodoviária Federal informa ainda que foram emitidos 1.634 autos de infração entre sexta-feira e segunda. Mais de 300 foram por ultrapassagens proibidas e 81 por condução sem o cinto de segurança.

A constatação do consumo de álcool levou à autuação de seis pessoas, enquanto 25 foram autuadas por se recusarem a passar pelo teste do bafômetro.