21 de abril de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 BANNER TCE - Ouvidoria (16 a 20/04)
VOLKSWAGEN

Volkswagen Tiguan cresce e aparece

A R$ 179.990, versão R-Line, de 220 cv, tem mecânica ideal para o porte da nova geração do VW

17 abril 2018 - 08h09Da Redação
No visual, o SUV ficou mais imponente não só por causa do maior comprimento, mas também pela linha de cintura alta e o porte agressivo
No visual, o SUV ficou mais imponente não só por causa do maior comprimento, mas também pela linha de cintura alta e o porte agressivo - Divulgação

Aceleramos a versão de topo, R-Line, que custa R$ 179.990, tem motor 2.0 turbo de 220 cv, tração integral, sete lugares e ampla lista de equipamentos

A segunda geração do Volkswagen Tiguan chega ao País maior e mais equipada. Agora feito no México, o SUV vem apenas na configuração Allspace, com entre-eixos longo, de 2,79 metros. São três versões. A de entrada, com cinco lugares, tem tabela de R$ 124.900. A intermediária, Comfortline, a R$ 149.990, e a de topo, R-Line, a R$ 179.990, levam sete pessoas.

O trem de força das duas primeiras é formado por motor 1.4 turbo flexível de 150 cv, câmbio automatizado de seis marchas e tração dianteira. A R-Line vem com o 2.0 turbo a gasolina de 220 cv, transmissão automatizada de sete velocidades e tração integral permanente.

De série, o Tiguan traz seis air bags, controles de tração e estabilidade, ar-condicionado de três zonas, controle de velocidade de cruzeiro, sensores de obstáculos na dianteira e na traseiro, central multimídia com tela de 8” e sistema start&stop.

A versão avaliada, R-Line, adiciona controle de velocidade adaptativo com frenagem automática de emergência, que entra em ação se “perceber” que há risco de colisão ou quando “reconhece” um pedestre à frente do veículo. Outros destaques são painel de instrumentos virtual, banco com ajuste elétrico para o motorista, faróis de LEDs com controle automático do facho alto, rodas de liga leve de 19 polegadas, auxílio ao estacionamento, câmera na traseira e partida do motor e acesso ao carro sem uso da chave.

No visual, o SUV ficou mais imponente não só por causa do maior comprimento, mas também pela linha de cintura alta e o porte agressivo. Na versão RLine isso fica ainda mais evidente graças aos para-choques exclusivos e às saias laterais, que dão a impressão de que o carro está mais próximo do solo.

Por dentro, o Tiguan é semelhante aos demais modelos da VW. Ou seja: é funcional e bem acabado, mas sem transmitir emoção. O espaço interno é bom para cinco adultos, mesmo com o túnel central alto. Na terceira fileira viajam bem apenas crianças, pois o espaço para as pernas é bastante limitado.

Aliás, o maior pênalti do SUV está no acesso à terceira fila de bancos. Isso porque a segunda apenas corre para a frente, mas sem levantar por completo.

Em movimento. A mecânica da versão R-Line é ideal para o

porte do Tiguan. Os 35,7 mkgf de torque garantem boas acelerações e retomadas de velocidade. O câmbio faz trocas suaves de marcha e responde bem principalmente na função manual.

Há quatro modos de condução, ativados por meio de um seletor no console: neve/lama, normal, off-road e off-road individual. O sistema ajusta as respostas de direção, acelerador e câmbio. O normal tem quatro variantes: econômico, normal, esportivo e individual. Os offroad incluem auxílio de partida em rampa e de estacionamento.

A direção com assistência elétrica garante respostas diretas, apesar do porte do Tiguan. A posição de guiar é fácil de encontrar e as laterais altas dos bancos dianteiros dão bom apoio.

A suspensão, independente nas quatro rodas, é bem calibrada e isola a cabine do desconforto (mas não do ruído) causado por impactos contra piso ruim. Em curvas o sistema é eficiente e a carroceria oscila pouco.

?Valores

Tiguan Allspace 1.4 TSI 250 (5 lugares): R$ 124.990

Tiguan Allspace 1.4 TSI 250 Comfortline (7 lugares): R$ 149.990

Tiguan R-Line 2.0 TSI 350 (7 lugares): R$ 179.990?