28 de janeiro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
INTERNACIONAL

Trump cancela plano de receber G7 no seu resort de golfe em Doral, na Flórida

20 outubro 2019 - 19h16

Respondendo a fortes críticas, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reverteu abruptamente o seu plano de receber a reunião de líderes do G7 do ano que vem no seu resort de golfe na Flórida.

"Acho que ele sabe que pessoas acham que ficava bem mal", disse o seu chefe de gabinete em exercício, Mick Mulvaney, neste domingo.

Trump anunciou ontem à noite um raro recuo após enfrentar acusações de que ele estava usando a presidência para enriquecimento pessoal ao receber a cúpula internacional no resort privado que pertence a sua família.

"Com base em hostilidade amalucada e irracional tanto da mídia quanto dos democratas, não vamos mais considerar o Trump National Doral, em Miami, como o local para sediar o G7 em 2020", anunciou Trump em sua conta no Twitter. Ele disse que o seu governo "vai começar a busca por um outro local, incluindo a possibilidade de Camp David, imediatamente".

O recuo marcante eleva ainda mais dúvidas sobre a posição do principal assessor do presidente republicano, Mick Mulvaney, que realizou uma entrevista coletiva na quinta-feira anunciando a escolha de Doral para a cúpula. Ele insistiu que a sua equipe havia concluído que o resort era "de longe a melhor instalação física". Mulvaney disse que a Casa Branca chegou a essa conclusão depois de visitar 10 locais em todo o país.

Já hoje, Mulvaney alegou que Trump estava "honestamente surpreso com o nível de rejeição" após o anúncio de Doral. "No fim do dia, ele ainda considera estar no negócio de hospitalidade", disse Mulvaney ao programa Fox News Sunday.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você concorda com a nomeação de Regina Duarte na Secretaria da Cultura?

Votar
Resultados