18 de setembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
HVM - INCORPORACOES
AÇÃO DE GOVERNO

Sobe para 16 o número de municípios de MS em situação de emergência, informa Defesa Civil

Além dos decretos municipais, Governo iniciará decretação estadual a partir da próxima semana

12 janeiro 2018 - 12h10
Dos oito municípios vistoriados pela Defesa Civil nesta semana, sete estão com a situação de emergência sendo analisada com possibilidade de ser decretada também pelo Estado – o que funcionará como uma espécie de homologação do decreto municipal
Dos oito municípios vistoriados pela Defesa Civil nesta semana, sete estão com a situação de emergência sendo analisada com possibilidade de ser decretada também pelo Estado – o que funcionará como uma espécie de homologação do decreto municipal - Fotos: Coordenadoria Estadual de Defesa Civil

Subiu para 16 o número de municípios em situação de emergência em Mato Grosso do Sul, em decorrência das fortes chuvas. Os dados são da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, compilados com base nos registros do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID).

Os decretos municipais estão oficializados em Coronel Sapucaia, Deodápolis, Batayporã, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Japorã, Eldorado, Miranda, Rio Verde de Mato Grosso, Bataguassu, Porto Murtinho, Sete Quedas, Tacuru, Iguatemi, Mundo Novo e Amambai.

No caso de Novo Horizonte do Sul, Eldorado e Itaquiraí há dois decretos municipais vigentes, referentes aos danos atuais e anteriores. Quando é feita a decretação, a validade é de 180 dias.

A maioria dos decretos foi feita com base em chuvas intensas, mas há registros também em decorrência de vendaval, enxurradas e alagamento. Várias das ocorrências são relacionadas ao início do período das chuvas, ainda no ano passado. Neste ano, já foram reportadas 27 ocorrências de desastres naturais em todo o Estado. 

Conforme informado pelas prefeituras no S2ID, são contabilizadas 42.339 pessoas afetadas nos 16 municípios que estão em emergência. Coordenador-adjunto da Defesa Civil Estadual, o tenente-coronel Fábio Catarinelli explica que a contagem é feita incluindo a população indiretamente atingida. “Quando a estrada de acesso a um assentamento rural é interrompida, a quantidade de pessoas do entorno é incluída nessa lista porque foi prejudicada”, detalha.

Até o momento foram constatados somente danos materiais, principalmente nas estradas vicinais, pontes de madeira e acessos. Não há registro de nenhuma pessoa ferida ou desaparecida em decorrência das fortes chuvas e alagamentos. Também não há mais nenhuma família desalojada em Porto Murtinho, onde a situação foi normalizada. Seguem sob monitoramento por conta do nível dos rios os municípios de Coxim, Aquidauana e Miranda. 

Decreto estadual

Dos oito municípios vistoriados pela Defesa Civil nesta semana, sete estão com a situação de emergência sendo analisada com possibilidade de ser decretada também pelo Estado – o que funcionará como uma espécie de homologação do decreto municipal. São eles: Coronel Sapucaia, Tacuru, Eldorado, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Sete Quedas e Iguatemi. 

Segundo a Defesa Civil Estadual, a decretação contribui para agilizar o apoio do Governo na reconstrução. Isso porque nesses locais os danos podem prejudicar diretamente o escoamento da produção e também o início do ano letivo, se os estragos não forem solucionados a tempo.

As equipes continuam no interior avaliando os danos nos demais locais e em todas as regiões o Estado tem prestado apoio, tanto por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil quanto com equipes da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul). Há previsão de que mais municípios tenham a situação de emergência decretada nas próximas semanas.

 

PMCG - CORTESIA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
CORTESIA SEGOV HEPATICE C
tj ms agosto