13 de novembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
FULLBANNER-DOE-ORGAOS 1260X120  campanha “DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
INTERNACIONAL

Sobe para 13 número de mortes nos EUA provocadas por Florence

16 setembro 2018 - 11h03

Subiu para 13 o número de mortes causadas pelo Florence, furacão rebaixado para tempestade tropical que atinge os Estados da Carolina do Norte e Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Autoridades do condado de Horry, da Carolina do Sul, informaram que um casal de idosos, de 63 e 61 anos, morreu na cidade de Loris por inalar monóxido de carbono após ligar o gerador de energia. Apesar de terem sido encontrados em casa na tarde de sábado, acredita-se que eles morreram na sexta-feira, com a passagem do ainda furacão pela região.

Apesar de ter se enfraquecido, o Florence permanece girando sobre as "Carolinas", trazendo águas do oceano para o continente. Na Carolina do Norte, autoridades se preparam para inundações catastróficas de grandes proporções. Medidores de fluxo apontam que os níveis de diversos rios devem continuar subindo neste domingo e na segunda-feira, podendo atingir patamares recordes.

Há grandes chances de os rios The Little River, Cape Fear, Lumber, Neuse, Waccamaw e Pee Dee inundarem comunidades próximas. Mais de 7,5 mil pessoas já receberam ordens para evacuar a região de até 1,6 quilômetros dos rios Cape Fear e The Little River, que ficam a cerca de 160 quilômetros da costa. A evacuação da zona inclui parte da cidade de Fayetteville, que possui 200 mil habitantes.

Neste domingo, a prefeita de Hope Mills, na Carolina do Norte, informou que autoridades locais estão alertando a população sobre a expectativa de que os níveis da água na localidade subam significativamente. Ainda no Estado, a prefeita da cidade de New Bern, Dana Outlaw, anunciou toque de recolher. Segundo ela, 30 estradas estão fechadas, 4,2 mil casas e 300 estabelecimentos comerciais foram danificados, 6 mil pessoas estão sem energia elétrica e 1,2 mil moradores estão atualmente em abrigos.

Neste domingo, a companhia de energia Duke Energy informou que até o momento restabeleceu o fornecimento de eletricidade para mais de 830 mil clientes na Carolina do Norte e Carolina do Sul, de um total de mais de 1,25 milhão que sofreram com a interrupção do serviço por causa do Florence. Cerca de 450 mil residências - 412 mil na Carolina do Norte e 38 mil na Carolina do Sul - permaneciam sem energia até as 10h (horário local). A empresa diz que 20 mil funcionários estão trabalhando. Mas novas interrupções são esperadas para este domingo, em virtude de a tempestade tropical continuar presente nos dois Estados.

À emissora de TV NBC, o chefe da Agência Federal de Gerenciamento de Emergências, Brock Long, disse que o governo está trabalhando para atender às demandas de autoridades da Carolina do Norte à medida que elas chegam. O foco imediato da agência, segundo Long, é continuar os trabalhos de resgate e suprir as necessidades das pessoas que estão em abrigos. Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você está animado com a transição para um Governo Bolsonaro?

Votar
Resultados