19 de outubro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPANHA SEGOV - HPV -
CAPACITAÇÃO

Sefaz capacita servidores em mapeamento de processos para atender Profisco II

18 maio 2018 - 08h00

Coordenado pela Sefaz, projeto sul-mato-grossense vai receber US$ 47,7 milhões.

Campo Grande (MS) – Os servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), das áreas de Administração e Finanças, Contabilidade, Orçamento e Tesouro participam da Oficina de Mapeamento e Redesenho de Processos. Durante três dias, eles realizam diversas atividades preparatórias para implantação do Programa de Apoio à Gestão e Integração dos Fiscos do Brasil – Profisco II. Ao todo serão investidos US$ 47,7 milhões ou cerca de R$ 150 milhões em ações de modernização do fisco de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o coordenador do setor de capacitação e auditor fiscal da Receita Estadual, Esaú Rodrigues de Aguiar Neto, a oficina está sendo realizada por meio da Coordenadoria do Núcleo Especial de Modernização da Administração Estadual (Conemae) e tem como objetivo capacitar servidores para revisão e otimização de processos de trabalho nas respectivas unidades durante a execução do Profisco II. Esaú parabenizou a disponibilidade dos servidores em participar do treinamento enfatizando os benefícios que o mapeamento de processos traz para a cultura de alta performance, bem como a necessidade de gestão do conhecimento como riqueza institucional.

O coordenador do Núcleo Especial de Modernização da Administração Estadual e do Profisco II e auditor fiscal da Receita Estadual, Tadeu de Souza Lourenço Ferreira, enfatiza que o foco desta edição do programa é o controle dos gastos públicos. O Profisco II tem previsão de começar a ser implantado em MS a partir do segundo semestre de 2018. A linha de crédito tem garantia soberana do Governo Federal e é concedida pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aos estados e ao Distrito Federal. O objetivo é financiar projetos de melhoria da administração das receitas e da gestão fiscal financeira e patrimonial dos entes federados.

“Nos últimos anos percebemos a necessidade de uma maior profissionalização na gestão tributária, financeira e patrimonial. Assim surgiram os projetos nacionais de integração e modernização dos fiscos. Os primeiros estados a aprovar o empréstimo do BID, ainda no segundo semestre de 2017, foram Ceará, Maranhão, Piauí e Pará. Em seguida, receberam autorização para iniciar a preparação Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rondônia e São Paulo. Estamos diante de um movimento nacional que tem como objetivo otimizar a otimização da gestão dos recursos públicos”, pontua Tadeu.

Capacitação

Ministrada pelo consultor Roberto de Moura Dorneles, a Oficina de Mapeamento e Redesenho de Processos é promovida pelo Escritório de Processos da Conemae e se constitui em atividade preparatória de implantação do Profisco II, para aperfeiçoar a administração das receitas e da gestão fiscal, financeira e patrimonial dos entes federados.

“Usamos técnicas da educação experiencial que conduz os participantes à vivência, onde fixam o aprendizado por meio de exercícios práticos desenvolvidos individualmente e também em dinâmicas de grupo. A construção dos fluxogramas se dá em sala com uso de materiais diversos, bem como, usamos os documentos padronizados pelo Escritório de Processos”, finaliza Dorneles.

Texto e fotos: Diana Gaúna – Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor de punição para quem compartilha fake news?

Votar
Resultados
FullBanner - Campanha do TJMS – SEMANA NACIONAL DA RECONCILIAÇÃO