22 de março de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Governo - Dengue
INTERNACIONAL

Secretário-geral da ONU apela por unidade contra ódio religioso

15 março 2019 - 17h51
Foto: ONU/Reprodução vídeo
Foto: ONU/Reprodução vídeo

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pediu hoje (15) para a comunidade internacional "permanecer unida contra o ódio anti-muçulmano e todas as formas de intolerância e terror”. A afirmação ocorre após os dois ataques simultâneos às mesquitas, na Nova Zelândia, que deixaram pelo menos 49 mortos e 40 feridos.

"Estou triste e condenando veementemente a morte de inocentes enquanto oravam pacificamente em mesquitas na Nova Zelândia", disse Guterres via Twitter. “[Expresso as] mais profundas condolências às famílias das vítimas".

Em comunicado, o porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric, disse que Guterres ficou chocado com o ataque terrorista, lembrando a "santidade das mesquitas e todos os locais de culto". Ele convoca todos os povos neste dia sagrado para os muçulmanos. mostrar sinais de solidariedade com a comunidade islâmica enlutada ".

"O secretário-geral reitera a urgência de trabalhar melhor em conjunto globalmente para combater a islamofobia e eliminar a intolerância e o extremismo violento em todas as suas formas", disse Stéphane Dujarric.

O diretor-geral da Organização Internacional para as Migrações, António Vitorino, manifestou as suas “sinceras condolências” às famílias das vítimas e expressou profunda tristeza pela “terrível perda de vidas”. “Acredita-se que entre os mortos e feridos havia refugiados e imigrantes ”.

A diretora executiva do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Henrietta Fore, lamentou o impacto  dos ataques sobre as crianças. “Um ataque sem sentido a uma comunidade pacífica e o direito universal à liberdade de culto”, ressaltou.

O alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados, Filippo Grandi, postou na sua conta no Twitter uma foto da bandeira da Nova Zelândia com uma mensagem dizendo que a agência está "firmemente com o povo e o governo da Nova Zelândia" em luto, oração e solidariedade ".

*Com informações da Agência da ONU.
 

Deixe seu Comentário

Veja Também

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você considera que o uso da internet em excesso esteja incentivando os jovens a cometerem suicídio?

Votar
Resultados
Camara.ms
DENGUE