07 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
PSICULTURA

Rio Brilhante implanta 300 tanques de peixes nos assentamentos

Projeto já começa a dar lucro aos produtores

6 janeiro 2016 - 19h51DA REDAÇÃO
HVM

O Projeto Ensinando a Pescar desenvolvido pela Prefeitura de Rio Brilhante através da Secretaria de Desenvolvimento do processo de implantação começar a render lucros aos assentados e pequenos produtores do município.

O secretário de Desenvolvimento, Natal Marchioro, afirmou que o projeto já implantou cerca de trezentos tanques para criação de peixes nos assentamentos Margarida Alves, Fortaleza, Bonsucesso, Silvio Rodrigues e Terere; na Agrovila José Cazuza. Também foram beneficiados pequenos produtores não assentados.

Natal disse que alguns produtores já estão vendendo peixes para pesque-pagues e para a comercialização em feiras e outros locais. “Atualmente o projeto já apresenta os primeiros lucros para os piscicultores”, explicou o secretário ao lembrar que o próximo passo a ser dado pela Prefeitura é o auxílio no processo de comercialização da produção.

Em fevereiro de 2015 quando foi implantado o Projeto Ensinando a Pescar possibilitou a construção de até dois tanques de aproximadamente 900 metros quadrados por sítio além da distribuição de vinte mil alevinos para o início da produção. “Agora pretendemos distribuir mais 30 mil alevinos para repovoar os tanques”, enfatizou o secretário.

O Projeto conta com o apoio do Governo do Estado que através da Agraer disponibiliza os técnicos para garantir o aprendizado aos novos piscicultores enquanto que o Governo Federal viabilizou a cedência das maquinas para a construção dos tanques numa ação dos Ministérios do Desenvolvimento Agrário e da Pesca e Aquicultura.

No início do projeto a Prefeitura além da construção dos tanques entregou três kits de equipamentos para o Projeto Ensinando a Pescar. Os kits servem para a análise da água dos tanques e estão sendo usados pelos piscicultores além de um Oxímetro e um PHMetro.
O programa “Ensinando a Pescar”, utilizando equipamentos cedidos pelo Ministério da Pesca e Aquicultura e do Ministério de Desenvolvimento Agrário, possibilitou a construção de tanques escavados para criação de peixe cm recursos obtidos através de emenda ao Orçamento da União do deputado federal Vander Loubet.


Neste programa a Prefeitura constrói o Tanque em local adequado, sendo um ou dois por sitio, com orientação de topógrafo e de técnico de criação de peixes, e na área de organização a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) com seus técnicos tem dado a orientação na produção e comercialização.

Dos 20 mil alevinos, em torno de 13 mil ficaram no Assentamento Margarida Ales enquanto que o restante foi para os Assentamentos Fortaleza, Bonsucesso, Tereré, e alguns produtores não assentados.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você vai fazer compras de Dia dos Pais neste ano?

Votar
Resultados
GAL COSTA
Cornavirus
agecom - fullbanner