20 de setembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
HVM - INCORPORACOES
GERAL

Região do Quilombo dos Palmares é declarada Patrimônio Cultural do Mercosul

13 novembro 2017 - 11h47

A Serra da Barriga, em Alagoas, foi declarada neste sábado, 11, como Patrimônio Cultural do Mercosul. Durante os séculos XVI e XVII, a região sediou a chamada "República Livre dos Palmares", que recebeu cerca de 30 mil pessoas fugidas da escravatura durante os séculos XVI e XVII.

O local é o primeiro representante exclusivamente brasileiro da lista, que traz, dentre outros, a Ponte Internacional de Barão de Mauá (que liga os municípios de Jaguarão, no Rio Grande do Sul, e Rio Branco, no Uruguai) e o Itinerário Cultural das Missões Jesuítas Guaranis, Moxos e Chiquitos, com construções jesuíticas do Brasil, da Argentina, da Bolívia, do Uruguai e do Paraguai.

Anunciada em maio, a cerimônia de certificação ocorreu no próprio Parque Memorial Quilombo dos Palmares, fundado em 2007 no município de União dos Palmares, a cerca de 80 quilômetros de Maceió. O local traz instalações em referência ao antigo quilombo, como uma casa de farinha e um terreiro de ervas. A Serra da Barriga é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1985.

Durante o evento, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, declarou o interesse em impulsionar a região como um polo cultural, que deve começar a receber, a partir de 2018, visitas guiadas organizadas pela Fundação Cultural Palmares, vinculada ao Ministério da Cultura.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
CORTESIA SEGOV HEPATICE C
SOLURB